A informação que você precisa.
Vitória da Conquista | 23 de Outubro de 2019
Por Thaís Pimenta | 18/12/2016 - 21h53

A Folha divulgou recentemente o Ranking de Eficiência que avalia o desempenho de 5.281 municípios brasileiros nas áreas de educação, saúde e saneamento. Vitória da Conquista encontra-se em 3.547º lugar, na categoria pouco eficiente, atrás de outras cidades baianas como Itabuna (1.685º) e Juazeiro (770º).  Com a receita total da prefeitura 45 vezes menor do que Conquista, Cachoeira da Prata (MG) atingiu o 1º lugar de eficiência.

O tamanho populacional de cada município não influi diretamente nos índices do ranking. O REM analisa a eficiência de cada município na gestão de recursos, levando em conta a receita disponível das prefeituras: quais cidades entregam melhores serviços sociais gastando menos.  Veja os dados de Vitória da Conquista, segundo o REM- FOLHA:

Educação

Vitória da Conquista gasta 32% dos seus recursos na área de educação, está na média brasileira. Cerca 19% das crianças entre 0 a 3 anos estão na escola, e 72% de 4 a 5 anos. Em quadro comparativo, Itabuna, município do Sul da Bahia, tem total de receita da prefeitura menor e atinge índices melhores na educação, tem 23% das suas crianças entre 0 a 3 anos nas escolas, e entre 4 a 5 anos chega a marca de 87%.  No REM- Folha, Itabuna está em 1.685% lugar, na categoria município com alguma eficiência.

Saúde

Com a receita total similar a de Vitória da Conquista, Juazeiro está em 770º lugar no REM- Folha, na categoria município eficiente. Gastando cerca de 5% a menos em saúde, comparado a Conquista, Juazeiro atinge índices de eficiência bem maiores:  84% da área do seu município conta com cobertura de equipes de atenção básica, contra apenas 51% de Conquista. Em número de médicos, Juazeiro conta com 1,2 médicos a cada 1.000 habitantes, e Vitória da Conquista apenas com 0,4.

Saneamento

Os dados do REM- Folha não indicam a quantidade de recursos gastos de cada munícipio em saneamento. Mas apontam Itabuna com o serviço mais eficiente comparado a Conquista. Até 2010, 87% da população conquistense contava com atendimento de água, Itabuna já atingia a marca de 94%. Na cobertura de esgoto, Vitória da Conquista contava apenas com 50%, Itabuna já tinha 79% do seu território atendido. A coleta de lixo das dos dois munícipios tem índices similares.

- Deixe seu comentário -