A informação que você precisa.
Vitória da Conquista | 23 de Outubro de 2019
Por Fabio Sena | 22/12/2016 - 01h47
Eles foram xingados de “ladrões” por manifestantes que protestaram em frente à sede do Legislativo. Foto: Zenilton Meira

Os vereadores de Jequié tiveram que ser escoltados ao saírem da Câmara Municipal na noite desta terça-feira (20), após aprovarem dois projetos de lei que estabelecem os reajustes dos salários do prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e dos próprios parlamentares, a partir de 1º de janeiro de 2017. Eles foram xingados de “ladrões” por manifestantes que protestaram em frente à sede do Legislativo da cidade e precisaram de escolta policial para sair do plenário da Casa. De acordo com os novos projetos aprovados pelos vereadores, o subsídio do prefeito passará a ser de R$20 mil, o vice-prefeito, R$ 15 mil, enquanto os secretários municipais e os vereadores receberão mensalmente valores semelhantes, R$ 12.660.

- Deixe seu comentário -