A mídia da cidadania
Vitória da Conquista | 16 de Novembro de 2018
Por Fabio Sena | 03/01/2017 - 11h34
Chefe do MP vai analisar decreto.

A chefe do Ministério Público da Bahia (MP-BA), Ediene Lousado, afirmou ao site Bocão News, de Salvador, disse que vai se debruçar na análise o decreto editado pelo prefeito de Guanambi, Jairo Silveira Magalhães, que “entregou” a chave do município a Deus e repeliu pactos com “entidades espirituais”. “Estou esperando o decreto chegar às mãos do meu setor. Vamos analisar e julgar a constitucionalidade”, informou ao site Bocão News. Segundo a publicação, caso seja julgado inconstitucional, a magistrada entrará com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) para anular o decreto.

- Deixe seu comentário -