A informação que você precisa.
Vitória da Conquista | 25 de Janeiro de 2020
Por Fabio Sena | 16/01/2017 - 17h40

O Banco do Nordeste (BNB) informou, na última sexta, 13, que seu conselho de administração aprovou a desativação de 19 agências da instituição. Na Bahia, cinco agências serão fechadas: Vitória da Conquista (Brasil), Feira de Santana (Maria Quitéria), Juazeiro (Adolfo Viana) e Salvador (Cajazeiras e Liberdade). O deputado estadual Fabrício Falcão (PCdoB) lamentou o comunicado. “A lista de temeridades só cresce. A notícia do encerramento da agência do Banco do Nordeste na Av. Frei Benjamim é mais um golpe na economia de Conquista. Já perdemos a superintendência do Banco do Brasil, a agência da Régis Pacheco e ainda tem anúncio de plano de demissão na Caixa. A crise tem que ser enfrentada com medidas muito sérias e assertivas, mas todas devem ser pensadas com muita cautela e com o objetivo de aquecer a economia. O Banco do Nordeste é de fomento, seu encolhimento é uma perda pra Conquista e região”, disse o deputado.

O BNB é o maior banco de desenvolvimento regional da América Latina e tem foco especial na região Nordeste do Brasil. No último balanço realizado, o banco totalizava 307 agências. Em Conquista, a agência situada no bairro Brasil foi inaugurada em 2013. Com as medidas de reestruturação dos bancos controlados pelo governo federal, até agora Conquista já perdeu a Superintendência Regional do Banco do Brasil e a agência do BB na Régis Pacheco já tem data para encerrar suas atividades, 10 de fevereiro. Já a agência do BB na Barão do Rio Branco vai virar posto de atendimento. “Não podemos esquecer que se trata do 3º maior município da Bahia, uma cidade que atende toda a região sudoeste do estado e norte de Minas Gerais. Perdem os conquistenses, perde a Bahia”, detalhou Fabrício. Além da Bahia, os estados de Alagoas, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco e Sergipe também terão agências do BNB encerradas. Bahia e Ceará serão os maiores prejudicados, perderão 9 agências no total.

- Deixe seu comentário -