A mídia da cidadania
Vitória da Conquista | 26 de Setembro de 2018
Por Fabio Sena | 17/01/2017 - 12h15

Uma repórter foi atacada enquanto fazia uma transmissão ao vivo para a GloboNews em frente ao presídio Antônio Dutra Ladeira, no município de Ribeirão das Neves, em Minas Gerais. Larissa Carvalho falava sobre o clima de tensão no local quando foram ouvidos gritos de pessoas e uma mulher avançou contra a profissional, que foi derrubada. A agressora, aparentemente uma familiar de um dos detentos foi detida por policiais militares. A cobertura foi interrompida pelo apresentador do telejornal. Em seguida, a repórter voltou ao ar, aparentemente nervosa, e cercada por militares. Ela sofreu escoriações no braço e registrou boletim de ocorrência após o fato. A agressão ocorreu na noite dessa segunda-feira (16/1).

“Em função das nossas informações, alguns parentes não concordaram com nossas informações de que não há detidos feridos no local, nem preso que tenha fugido. A preocupação dos parentes é que uma ambulância do Samu está do lado externo do presídio”, continuou Larissa. Detentos fizeram um motim na noite de ontem. De acordo com informações da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), os presos colocaram fogo em colchões. Viaturas da Polícia Militar (PM) ajudaram a conter a confusão. Com informações do Diário de Pernambuco e de João Henrique do Vale

- Deixe seu comentário -