A mídia da cidadania
Vitória da Conquista | 18 de Outubro de 2018
Por Fabio Sena | 05/05/2017 - 14h54
O estupro coletivo da grávida seguido da morte do namorado espantou até o delegado.

Luciano Coelho, Especial para o Estado

Três adolescentes foram apreendidos na pequena Uruçuí, a 453 quilômetros ao sul de Teresina, no Piauí, pelo estupro de uma grávida de 15 anos e a morte de seu namorado, de 19 anos, nesta quarta-feira, 4. O crime chocou a cidade, que tem 20 mil habitantes. O estupro e o assassinato foram filmados com um telefone celular, segundo a polícia. Segundo a polícia, R.N.S.B, A.A.S, ambos de 16 anos, e M.V.C.G, de 13, estupraram C.P.M., de 15, grávida de cinco meses, na frente do namorado dela, Flaviano da Silva Marinho, de 19. Depois, o rapaz foi degolado e seu corpo, jogado no Rio Parnaíba, que divide as cidades de Uruçuí e Benedito Leite, no Maranhão. Segundo o delegado de Uruçuí, Diego Pascoal, os três menores foram apreendidos e confessaram o estupro coletivo e o homicídio. Afirmaram que estavam bêbados no momento do crime.

C.P.M. foi liberada pelos estupradores, socorrida e encaminhada para tratamento com equipe multidisciplinar do Serviço de Atendimento à Mulher Vítima de Violência, em Teresina. Ela não pode tomar medicamentos para não prejudicar a gravidez, que está no sexto mês. O caso está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar, mas a família não quer falar sobre o assunto, e a menor está abalada psicologicamente.

O estupro coletivo da grávida seguido da morte do namorado espantou até o delegado. Investigações até agora apontam que Marinho teria dívidas de droga com um dos menores apreendidos. A faca usada no crime foi encontrada na casa da namorada de um dos acusados.
Os aparelhos foram apreendidos e estão sendo periciados para serem usados como prova. A polícia informou que os menores já foram apreendidos por inúmeras vezes pelos policiais de Uruçuí e de Benedito Leite pela prática de outros delitos. E que, apesar da pouca idade, são bem conhecidos no mundo do crime. Os três menores foram encaminhados nesta quarta-feira para internação no Centro Educacional Masculino (CEM), em Teresina.

Casos. No ano passado, dois casos de estupro coletivos no Piauí tiveram grande repercussão no país. No dia 20 de maio, quatro adolescentes foram apreendidos e um rapaz de 18 anos foi preso acusado de participação em um estupro coletivo a uma jovem de 17 anos, na cidade de Bom Jesus. A vítima foi encontrada amarrada e com a roupa íntima usada como mordaça. Os cinco foram liberados pela Justiça seis dias após a detenção e respondem ao processo em liberdade.

No início de junho, quatro homens estupraram uma menina de 14 anos no município de Pajeú do Piauí. A madrasta da adolescente flagrou a enteada desacordada com os quatro nus ao redor dela no banheiro do ginásio de Pajeú. Dos abusadores, apenas um era maior de idade, com 19 anos, e os outros três eram menores e tinham entre 16 e 17 anos. O maior foi preso e os menores apreendidos, apesar de terem tentado fugir pulando um muro do ginásio.

- Deixe seu comentário -