A mídia da cidadania
Vitória da Conquista | 10 de Dezembro de 2018
Por Fabio Sena | 10/08/2017 - 00h16
O deputado apontou o Balneário do Taréco, que tem águas termais e segundo a população são medicinais

Ao se congratular com a população de Morro de Chapéu pela passagem do 108º aniversário de emancipação política, comemorado no último dia 8 de agosto, o deputado Fabrício Falcão (PC do B) contou que a história do município remonta ao coronelismo e ao ciclo do diamante na Bahia. “Envolta por uma infinidade de cachoeiras, com destaque para a do Ferro Doido, com seus 118m de queda d’água, grandes paredões, desfiladeiros e grutas, a paisagem de Morro do Chapéu encanta pela diversidade de belezas naturais”, acrescentou o deputado, na moção apresentada na Assembleia Legislativa. De acordo com ele, Morro do Chapéu também dispõe de outros pontos turísticos, como a Cachoeira do Agreste, “com suas trilhas maravilhosas”.

Fabrício citou ainda o Buraco do Possidônio, que no seu interior encontram-se árvores nativas, como o cedro. “Cientistas julgam ter sido um meteoro gigante que caiu e abriu essa cratera”, afirmou. O deputado apontou ainda o Balneário do Taréco, que tem águas termais e segundo a população são medicinais, e o Morrão, morro que deu origem ao nome do município por ter a forma de um chapéu. Morro do Chapéu está localizado cerca de 390 quilômetros de Salvador. Abriga uma população estimada em 2016, segundo o censo IBGE 2016, de 36.789 habitantes. Foi elevada a categoria de município pela Lei Estadual n. 751, de 8 de agosto de 1909. Na formação administrativa vigente, é formado pêlos seguintes distritos: Morro do Chapéu, (sede) Barro Alto, Cafarnaum, Camirim, Canarana, Dias Coelho, Duas Barras do Morro, Lagoa do Boi, Mutungu do Morro, Várzea do Cerco e Ventura.

- Deixe seu comentário -