A mídia da cidadania
Vitória da Conquista | 25 de Setembro de 2018
Por Fabio Sena | 04/10/2017 - 23h49
A placa, uma entre tantas outras espalhadas pela cidade, foi desfigurada. Palavras de ordem marcaram a ação de repúdio ao conteúdo do outdoor.

Uma peça de outdoor instalada nas imediações da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/UESB foi destruída por um grupo de militantes de esquerda na tarde desta quarta-feira (4). Estudantes e professores repudiaram o conteúdo da placa assinada pelo vereador David Salomão, filiado ao Partido Trabalhista Cristão/PTC, reivindica intervenção militar no Brasil.

Preso e torturado durante o regime militar que vigorou entre 1964 e 1985, o professor, advogado e militante político Ruy Medeiros participou do ato, com discurso encorajador ao ato e reafirmando sua postura em defesa das liberdades democráticas. A placa, uma entre tantas outras espalhadas pela cidade, foi desfigurada. Palavras de ordem marcaram a ação de repúdio ao conteúdo do outdoor.

Em seu perfil no facebook, o vereador David Salomão considerou o ato político como “vandalismo” e solicitou de seus seguidores que o ajudassem a “identificar esses marginais intolerantes travestidos de estudantes”. Segundo ele, “a intervenção está prevista na Constituição Federal” e a liberdade de expressão é um direito intangível. “Estou perplexo com esta notícia. Não se trata de estudantes. São marginais”.

- Deixe seu comentário -