A mídia da cidadania
Vitória da Conquista | 25 de Setembro de 2018
Por Fabio Sena | 11/10/2017 - 00h08
David Salomão não encontrou apoio no próprio partido

O vereador David Salomão recebeu uma reprimenda pública da própria legenda à qual está filiado, o Partido Trabalhista Cristão|PTC, que reivindicou o conteúdo estatutário para desautorizar o pedido de intervenção militar, feito pelo parlamentar em mensagens exibidas em outdoor espalhados por Vitória da Conquista. Em Carta Aberta encaminhada à redação do Diário, o diretório estadual do partido diz que a postura do seu filiado é um atentado à Democracia, mas nenhuma palavra sobre expulsão ou advertência. Abaixo, a íntegra da missiva, sem revisão.

Carta aberta à população conquistense!

O Partido Trabalhista Cristão – PTC, vem à público manifestar  repúdio, veementemente, a posição de um dos seus filiados, atualmente vereador eleito, o senhor David Salomão, pelas declarações e uso  de  outdoor defendendo  a intervenção militar já.

Outrossim, o partido reafirma em seu artigo 1, I , o seguinte, a defesa das instituições políticas livres e democráticas, das liberdades individuais, da vida, e da família, da luta pela justiça social, do Estado laico, do ecossistema brasileiro, e do combate à impunidade, são bandeiras, princípios e objetivos inalienáveis do Partido Trabalhista Cristão – PTC. Assim, não há espaço para proposição de golpe militar.

Portanto, o Partido Trabalhista Cristão – PTC, vem pedir desculpas à sociedade civil organizada e toda a população pela postura de seu filiado quando propõe atentado ao Estado Democrático  de Direito.

Presidência Partido Trabalhista Cristão
Salvador-Ba, 08 de outubro de 2017

- Deixe seu comentário -