A informação que você precisa.
Vitória da Conquista | 21 de Janeiro de 2020
Por Fabio Sena | 23/10/2017 - 00h29
Os maiores volumes de atendimento foram registrados no Cartão SUS, com 580 pessoas

Depois de ser montado no Centro Glauber Rocha e no bairro Bruno Bacelar, o projeto Prefeitura Móvel estreou na zona rural de Vitória da Conquista neste sábado, 21, no distrito de José Gonçalves, a quase 20 quilômetros do perímetro urbano. Na área interna, no pátio e na quadra do Centro Educacional Moisés Meira, a Prefeitura montou uma estrutura que disponibilizou à população uma série de serviços públicos, aos quais eles teriam acesso apenas se fossem à zona urbana.

“Estou vendo aqui a alegria da população de José Gonçalves. É o governo chegando. Eu vi o semblante das pessoas da receptividade. E vi também nos semblantes dos nossos técnicos, coordenadores, secretários, a alegria de estar realizando”, declarou o prefeito Herzem Gusmão, assim que chegou ao Prefeitura Móvel. “Isto é uma sinalização ainda leve, mas é a presença do governo em apenas dez meses”, acrescentou Gusmão.


Houve movimentação intensa de pessoas na quadra da escola, onde foi alocada a equipe do Bolsa Família Móvel. José Gonçalves, aliás, foi o 10º distrito rural a receber o projeto este ano. Do início ao fim da jornada de sábado, o Bolsa Família Móvel registrou 178 atendimentos, entre atualizações, consultas e novos cadastros. Com a equipe instalada no distrito, ficou mais fácil para a jovem mãe Lorena Teixeira, 17 anos, confirmar seu cadastro no CadÚnico. “Eu vim ajeitar agora e já fiz o cadastro. É muito bom, você economiza muita coisa. É menos cansativo para a gente. Aqui é bem melhor, mais perto”, disse Lorena, que mora no povoado de Itapirema, próximo de José Gonçalves. “Graças a Deus, eu ajeitei e deu tudo certo. Agora, é só esperar e ir lá receber”, comemorou.

‘Prefeitura é parceira’ – Perto da quadra, no pátio da escola, foi montado o estande da Secretaria Municipal de Agricultura, onde qualquer agricultor podia conseguir orientações sobre a emissão do Cadastro Ambiental Florestal (Cefir), o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), a emissão da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), o programa Garantia Safra e até uma palestra sobre as especificidades do Cefir.

Ao todo, 180 atendimentos foram feitos no estande da Secretaria de Agricultura. Boa parte desse contingente, graças ao presidente da Associação de Moradores e Produtores de São Sebastião, Clóvis Batista, que levou com ele dezenas de agricultores desse povoado, que também fica perto de José Gonçalves, para emitirem seus Cefir. “Esses serviços que a Prefeitura trouxe para os produtores rurais, abrangendo todo o nosso município, são muito importantes para nós. Através do Prefeitura Móvel, ajudou muita gente hoje”, afirmou Soares.

Soares falou ainda a respeito das relações entre a Administração Municipal e os produtores rurais: “A Prefeitura, hoje, é parceira de todas as associações de moradores e pequenos produtores. É muito importante todos os produtores procurarem a Secretaria de Agricultura para saber das coisas que se passam. É muito importante para o município o desenvolvimento rural”.

Variedade – Além da Agricultura e do Desenvolvimento Social, a 3ª edição do Prefeitura Móvel disponibilizou serviços vinculados a diversos outros setores da Administração Municipal, como o Gabinete Civil, através do atendimento ao público por meio do Gabinete Itinerante, e as secretarias municipais de Serviços Públicos, Educação, Saúde, Mobilidade Urbana e Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre).

Os maiores volumes de atendimento foram registrados no Cartão SUS, com 580 pessoas, nos serviços oferecidos pelas secretarias de Educação e de Saúde – 400 cada uma –, na equipe do MDC, que atendeu a 304 interessados, e na Feira de Artesanato da Economia Solidária, que registrou 228 compradores. Na soma de todos os serviços oferecidos, a 3ª edição do Prefeitura Móvel registrou 2.213 pessoas atendidas.

- Deixe seu comentário -