A informação que você precisa.
Vitória da Conquista | 08 de Agosto de 2020
Por Fabio Sena | 17/12/2017 - 01h46
O humorista já apagou as ofensas de suas redes sociais.

A 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul confirmou nesta quinta-feira (14), por unanimidade, a decisão do relator, desembargador Túlio Martins, de retirar de todas as redes sociais o vídeo em que o apresentador de TV Danilo Gentili aparece proferindo ofensas contra a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). A deputada entrou com uma ação contra Gentili depois do vídeo que ele divulgou, em maio deste ano, em que aparece rasgando a notificação extrajudicial enviada pela parlamentar referente a outras ofensas. Em uma atitude machista, ele esfrega o documento em suas partes íntimas e dispara: “Para a Maria do Rosário e para qualquer outro deputado de qualquer outro partido, eu pago o seu salário. Então eu decido se você cala ou não a boca, nunca o contrário”.

“Agressão absolutamente grosseira marcada por prepotência e comportamento chulo e inconsequente”, assim definiu o TJ na decisão em que determina a retirada do vídeo. O humorista já apagou as ofensas de suas redes sociais. Inicialmente, o pedido da parlamentar à Justiça havia sido negado. Ao recorrer, Maria do Rosário conseguiu decisão favorável ainda em junho e o humorista deveria apagar o vídeo em 24 horas sob pena diária de 500 reais. Em novo recurso, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul  decidiu mais uma vez a favor da deputada nesta quinta, em Porto Alegre.

“Constata-se que, a princípio, o conteúdo apresentado naquilo que seria um vídeo humorístico em verdade não é notícia, nem informação, nem opinião, nem crítica, nem humor, mas apenas agressão absolutamente grosseira marcada por prepotência e comportamento chulo e inconsequente“, argumentou o juiz. Participaram do julgamento e acompanharam o voto do relator os Desembargadores Jorge Alberto Schreiner Pestana e Marcelo Cezar Müller.

- Deixe seu comentário -