A informação que você precisa.
Vitória da Conquista | 19 de Janeiro de 2020
Por Fabio Sena | 24/01/2018 - 13h32
"A instalação dessas companhias visa tornar mais eficaz o trabalho da Polícia Militar na região"

Em meio a elevação dos índices de violência na região do Baixo Sul, inclusive sequestros – nas últimas horas o fundador das lojas Guaibim e ex-prefeito da cidade de Valença, Ramiro Campelo, foi vítima de bandidos – o deputado estadual Hildécio Meireles (MDB) reforçou ao Governo do Estado o pedido de instalação de Companhias Independentes da Polícia Militar nas cidades de Camamu e Ituberá. Segundo ele, antevendo esse cenário desde de 2015, conforme a indicação de número 21.354/15 (Ituberá) e ainda a 22.070/17 (Camamu), vem lutando contra a insegurança na região. “As crescentes ocorrências policiais demonstram o risco que corre todo cidadão destas regiões. Cabe, desta forma, aos gestores e a toda a classe política buscar soluções que ao menos minimizem os problemas vividos pela coletividade ou venham a diminuir as suas consequências. E a instalação dessas companhias visa tornar mais eficaz o trabalho da Polícia Militar na região, para uma melhor organização tática e aumento do efetivo policial”, justificou. Ele destacou ainda que, além da elevação dos assaltos e assassinatos, outros dois sequestros foram registrados, o de um cigano e de uma proprietária de rede de farmácias. Meireles diz que a região do Baixo Sul reúne uma população de mais de 400 mil habitantes em 14 municípios que contam apenas com duas Companhias, sendo que a de Gandu atende a diversos municípios de outros territórios de identidade. “Sem falar que, entre Camamu e Gandu existem municípios de grande contingente populacional, que estão desguarnecidos de policiamento, o que deixa a população a contar com a sorte”.

- Deixe seu comentário -