A informação que você precisa.
Vitória da Conquista | 14 de Agosto de 2020
Por Fabio Sena | 24/01/2018 - 09h41
“Para o PT só existe plano A. Lula será candidato em 2018. A palavra de ordem, oficial do partido é que a opção é Lula”.

Bocão News

O deputado Joseildo Ramos, líder do PT na Assembleia Legislativa da Bahia, afirmou que as mobilizações organizadas pelo partido em torno do julgamento do ex-presidente Lula no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), nesta quarta-feira (24), em Porto Alegre, não têm a intenção de confrontar a Justiça brasileira, como foi argumentado por oposicionistas. Mas em entrevista nesta terça-feira (23) ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, o petista Joseildo criticou a postura de agentes da Justiça que, segundo ele, extrapolam suas atuações no estado democrático. “Não sei por onde a gente possa, efetivamente, intimidar qualquer julgador nesse processo. Mesmo porque quem está intimidada é a população brasileira a partir dessa movimentação do judiciário, que usurpa o seu campo de atuação no estado democrático de direito. Nesse julgamento de Lula, na minha opinião, quem está no banco dos réus é o poder judiciário”. Joseildo ainda insistiu que, independente da sentença do julgamento, Lula será mantido como única aposta da sigla para as eleições presidenciais este ano. “Para o PT só existe plano A. Lula será candidato em 2018. A palavra de ordem, oficial do partido é que a opção é Lula”.

- Deixe seu comentário -