A informação que você precisa.
Vitória da Conquista | 14 de Novembro de 2019
Por Fabio Sena | 05/02/2018 - 16h06
O pai vai, aos poucos, entendendo a situação da filha

“Não falo mais sobre o assunto”, disse à Folha quando perguntado se manteria a decisão de indicar a deputada federal. No sábado (3), no entanto, ele defendia abertamente a nomeação da filha e ressaltava que ela não sairia do episódio como “bandida”. A mudança de postura também ocorreu no Palácio do Planalto. O aumento do desgaste sofrido pela parlamentar fez com que auxiliares presidenciais passem a avaliar, em conversas reservadas, a possibilidade de nomeação de outro nome do PTB. Para eles, o tema, que antes era discutido apenas na esfera trabalhista, ganhou maior gravidade com a revelação de que a parlamentar é investigada por suspeita de associação ao tráfico de drogas durante a campanha eleitoral de 2010.

 

- Deixe seu comentário -