A mídia da cidadania
Vitória da Conquista | 22 de Julho de 2018
Por Fabio Sena | 06/02/2018 - 22h33
Assunto foi levado ao Ministério Público, segundo Zé Marcos

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais/Sinserv, José Marcos, afirmou ao Blog do Caíque Santos que onze servidores teriam sido transferidos do setor onde prestam serviços, na Central de Equipamentos da Prefeitura Municipal, o Deserg. O sindicalista afirma que a medida é decorrente do protesto protagonizado pelos servidores por ocasião da abertura dos trabalhos da Câmara, quando o prefeito Herzem Gusmão fez a leitura da mensagem ao legislativo. “Hoje pela manhã onze servidores nos procuraram, pois chegaram para trabalhar e simplesmente disseram que foram transferidos de setor, sem papel, sem nada, simplesmente de modo verbal. O pessoal passou no sindicato e já tomamos todas as providências. Porque você transferir sem dar um ofício é característica de perseguição. Nós já entramos com uma ação no Ministério Público, porque você transferir por perseguição caracteriza improbidade administrativa. Acho que é um direito do servidor manifestar. Assim como se aplaude, o servidor tem o direito de vaiar. O que deixa a gente triste é porque é uma prática antiga que está voltando em Vitória da Conquista, a prática do chicote”.

 

- Deixe seu comentário -