A mídia da cidadania
Vitória da Conquista | 25 de Setembro de 2018
Por Fabio Sena | 15/02/2018 - 09h56
A abertura da exposição acontece no sábado (17), às 19h. As inscrições para as oficinas acontecerão no local do evento.

Entre os dias 17 de fevereiro e 4 de março, acontece no Memorial Régis Pacheco, localizado na Praça Tancredo Neves, a exposição “Navio Negreiro: Castro Alves e Hansen Bahia”. O trabalho tem o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer e da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Com curadoria de Ayrson Eráclito, a mostra conta com xilogravuras do artista alemão Hansen Bahia, inspiradas no poema “Navio Negreiro”, de Castro Alves, que descreve em imagens a violência contra os africanos subjugados como escravos e trazidos nos porões dos navios. A exposição, que já passou por sete cidades, chega a Vitória da Conquista oferecendo também oficinas ministradas pelo artista plástico Zimaldo Baptista Melo, além de debates e discussões sobre o que foi a escravidão. Para o diretor do Centro de Memória da Bahia, Rafael Fontes, o trabalho de Hansen “leva as pessoas a fazerem uma reflexão sobre esse marco, além de pensarem e discutirem isso nos dias de hoje”. Hansen Bahia nasceu na Alemanha e naturalizou-se baiano. Durante sua vida, ele foi ilustrador, escultor, pintor, escritor e professor. Por testamento, ele doou o acervo para a cidade de Cachoeira, local onde foi criada a Fundação Hansen Bahia. A abertura da exposição acontece no sábado (17), às 19h. As inscrições para as oficinas acontecerão no local do evento.

- Deixe seu comentário -