A informação que você precisa.
Vitória da Conquista | 23 de Maio de 2019
Por Fabio Sena | 03/10/2017 - 23h48
Dudé é o articulador da audiência

A Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista realiza na próxima quinta-feira (5), às 15 horas, uma audiência público sobre o serviço de táxi na cidade. Articulada pelo mandato do vereador Luís Carlos Dudé (PTB), a reunião vai tratar de diversas temas e demandas inerentes à categoria. Atualmente 366 permissionários operam o serviço na cidade. São 550 motoristas trabalhando no setor. Ao todo a cidade conta com 68 pontos de táxi ativos e quatro empresas que oferecem o serviço de rádio táxi. “O taxista é o cartão postal da cidade. É o melhor interlocutor para quem chega e quer conhecer a cidade. O taxista é o amigo e a cidade precisa debater a melhoria desse serviço”, afirmou Dudé.

Por Fabio Sena | 04/10/2017 - 02h13
Rodrigo afirma que há dois pesos e duas medidas em pareceres

O vereador Rodrigo Moreira (PP) manifestou em sessão recente da Câmara sua insatisfação quanto a uma provável não-isenção da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final – presidida pelo vereador David Salomão (PTC) – ao emitir pareceres sobre matérias de iniciativa parlamentar que tramitam na Casa. Integram a comissão ainda Gilmar Ferraz, do PMDB, e Valdemir Dias, do PT.

Rodrigo Moreira pediu vistas de um projeto de lei de autoria de David Salomão. O texto prevê que pessoas com deficiência visual devem receber o boleto do IPTU em braile. Rodrigo manifestou-se favorável ao projeto, mas condena o fato de iniciativas semelhantes terem pareceres desfavoráveis.

Por Fabio Sena | 03/10/2017 - 21h22
Documento aponta que na Amazônia Legal as terras devolutas somam o montante de 114.897.607 hectares, o equivalente a 13,5% das terras brasileiras.

O aumento da violência no campo no Brasil expõe diretamente cerca de 93,8 mil famílias, o que deixou o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) perplexo nesta terça-feira (3). Atualmente, a região Norte do país é o foco dos debates sobre a exploração de terras, com a Amazônia tendo 977 áreas com conflitos. “Esse aumento é devido ao fim das políticas agrárias e das decisões desse governo golpista de Michel Temer, que teve o apoio dos ruralistas para golpear a Constituição. Dados divulgados essa semana apontam que nesse ano pelo menos 47 pessoas morreram somente nessas regiões, conforme aponta o Atlas de Conflitos da Amazônia, apresentado pela CPT [Comissão Pastoral da Terra]”, salienta Assunção com informações de nove Estados da Amazônia Legal. “Em 2016 foram no total 48 mortes, e neste ano neste período já temos 47. Tudo isso para saquear os bens naturais e manter os latifúndios nessas localidades”.

Por Fabio Sena | 03/10/2017 - 21h14
Vereadora diz que vai reiterar pedido quantas vezes forem necessárias

A vereadora Nildma Ribeiro (PCdoB) quer que o governo municipal dê mais atenção às comunidades da zona rural, entre elas a de São Domingos. Ela reivindicou mais uma vez atendimento de saúde e melhorais no saneamento básico e estradas do povoado. Nildma afirma que já comunicou ao governo sobre essas necessidades e reforçará o pedido quantas vezes for necessário: “São Domingos pede por socorro, falta médico, as estradas estão caóticas. A população da zona rural merece respeito”, disse.

Por Fabio Sena | 03/10/2017 - 20h15
Em próxima reunião será definida uma comissão permanente de negociação entre sindicato e governo

Uma semana depois de se reunir com a direção do Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista (Simmp), o Governo Municipal recebeu representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinserv). O encontro, no Salão Nobre do Gabinete Civil, foi a reabertura da mesa de negociação permanente com a categoria. A pauta incluiu pontos como a criação um programa habitacional e um plano de saúde para servidores, além dos recursos arrecadados por meio do Refis, da criação da guarda municipal e do acesso dos servidores a benefícios nos serviços de saúde. Ficou definido que, numa nova reunião, agendada para o dia 19, será analisada a formação de uma comissão, com integrantes indicados pelo Governo Municipal e pelo sindicato, para analisar o processo de criação da guarda municipal.

Por Fabio Sena | 03/10/2017 - 19h53
“Com esta grande evolução tecnológica na medicina, por exemplo, daqui a uns 30, 40, 50 anos é muito provável que o homem viva, o ser humano, viva até os 140, 150 anos"

Durante o Futurecom, evento de telecomunicações realizado em São Paulo durante esta semana, o presidente Michel Temer voltou a defender a necessidade de reforma da Previdência, justificando que o pagamento de pensões e aposentadorias gera um “déficit extraordinário”, com chances de se tornar cada vez melhor. Para Temer, é provável que o brasileiro viva até os 140 anos, causando um rombo nas contas do governo. “Nós temos que fazer a reforma da Previdência, porque é evidente que os dados da Previdência, que geram um déficit extraordinário, estão pautados por esse período em que o homem vivia até os 60 anos, 65 anos. Hoje ele vive 80 ou mais anos. Daqui a pouco viverá 140 anos. Então é preciso fazer reformulações permanentes no sistema previdenciário”, justificou o presidente.

Por Fabio Sena | 03/10/2017 - 15h02
Gilmar Ferraz, vereador

Nesta terça-feira (3), às 15 h, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) realiza uma audiência pública para debater a prorrogação e alongamento das dívidas de produtores e agricultores Rurais. A audiência foi articulada pelo vereador Gilmar Ferraz (PMDB), segundo quem a ideia é colaborar para construir um ambiente igualitário e minimizar os impactos da seca. A audiência se propõe a informar e esclarecer dúvidas dos pequenos produtores sobre a possibilidade de renegociação de dívidas do crédito rural.

Por Fabio Sena | 03/10/2017 - 10h22
Hildécio fala ao povo de Inhobim, acompanhado do vereador Osmário Lacerda

O deputado estadual Hildécio Meireles (PMDB), vem ganhando força política em Vitória da Conquista com a adesão de lideranças locais à sua pré-campanha de reeleição ao parlamento baiano. Neste final de semana, ele participou dos festejos religiosos organizados pela Igreja Católica no distrito de Inhobim, a convite do vereador Osmário Lacerda, que já declarou publicamente sua disposição em marchar ao lado do parlamentar nas eleições de 2018.

Por Fabio Sena | 29/09/2017 - 11h21
Ivan Cordeiro e Herzem Gusmão

O administrador Ivan Cordeiro assume na tarde desta sexta-feira (29) a Secretaria de Serviços Públicos, em substituição a Esmeraldino Correia, que agora comanda a Secretaria de Mobilidade Urbana. O prefeito Herzem Gusmão fortalece a presença do PSDB no primeiro escalão de seu governo, que já tem o tucano Paulo Cézar à frente da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural.

Por Diário Conquistense | 22/09/2017 - 10h36

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), nomeou nesta quinta-feira (21) a ex-prefeita de Barreiras Jusmari Oliveira (PSD) secretária estadual de Desenvolvimento Urbano.

Prefeita da maior cidade do oeste baiano de 2009 a 2012, Jusmari foi condenada em maio deste ano a uma pena de três anos por fraude em licitação para compra de medicamentos, materiais hospitalares e odontológicos.

A denúncia do Ministério Público Estadual da Bahia apontou “vícios insanáveis” na licitação de R$ 5,9 milhões. Na sentença, o juiz afirma que há “provas sólidas” de que o certame “não passou de uma fraude”.

A condenação foi revertida na prestação de serviços comunitários. A ex-prefeita nega irregularidades e recorre da decisão no Tribunal de Justiça da Bahia.

Por Fabio Sena | 15/09/2017 - 00h33
Facções criminosas teriam avisado aos acusados de corrupção que precisariam prestar serviços sexuais e domésticos aos demais internos

Os advogados de Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) alegaram risco de “estupro” na Penitenciária da Papuda, local em que o baiano está preso e pediram que ele volte para a prisão domiciliar em seu apartamento em Salvador. Mas, o pedido foi negado pela juíza Leila Cury, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, na tarde de hoje. Ela ressaltou o fato de os advogados do peemedebista terem supostamente se baseado em informações “inverídicas” e “especulativas” na petição. A defesa teria se baseado em matéria publicada no portal “A Folha Brasil”, no dia da prisão do ex-ministro, noticiando que mensagens vazadas por familiares de detentos do Complexo Penitenciário da Papuda dariam conta de “ameaças de estupro” que teriam sido “enviadas aos políticos que estão cumprindo pena ou prisão preventiva”.

Por Fabio Sena | 15/09/2017 - 00h00
Hildécio Meireles reforçou que não dá mais para admitir que ainda existam localidades sem a devida cobertura

Os deputados se depararam ontem com uma questão desconhecida e, segundo análise do presidente da Comissão de Infraestrutura, Hildécio Meireles (PMDB), complexa. A Anatel determinou para todo o Brasil a utilização pelas operadoras de frequência de 450 MHz. Mas não há no país aparelhos disponíveis. A Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado estadual, Hidécio Meireles (PMDB), realizou a atividade para debater a cobertura de telefonia móvel no interior do estado. Na ocasião, Hildécio Meireles reforçou que não dá mais para admitir que ainda exista, em meio a tanta evolução e contratos vultosos com as operadoras em vigência, localidades sem a devida cobertura. “Com cidadãos privados de importante serviço”.

Por Diário Conquistense | 14/09/2017 - 23h31

O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (PMDB), refutou a saída da legenda da base do prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), que concorre ao governo do estado, em 2018.  Após os escândalos envolvendo o ex-ministro Geddel Vieira Lima, cresce a possibilidade do demista minar a participação do PMDB na chapa majoritária.

Sobre isso, Gusmão disse que “ao contrário, Neto não terá prejuízo nenhum tendo o PMDB na chapa”. Segundo ele, “Neto terá um partido revigorado em 2018”. Em entrevista ao programa Se Liga Bocão, da rádio Itapoan FM, na noite desta quinta-feira (14), o peemedebista defendeu vigorosamente a mudança da sigla de PMDB para MDB. O partido já marcou uma convenção nacional para o dia 27 de setembro visando adotar o antigo nome: Movimento Democrático Brasileiro (MDB), sigla que vigorou de 1966 a 1979 durante a ditadura militar. 

Por Fabio Sena | 14/09/2017 - 16h54
O anúncio foi feito depois que o senador anunciou o cancelamento da reunião marcada para esta quinta-feira (14), pela manhã

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-Tratos, senador Magno Malta (PR-ES), antecipou que deverá propor o comparecimento compulsório, ao colegiado, dos presidentes dos Conselhos Federais de Medicina, de Psiquiatria e de Psicologia. Os requerimentos de convocação devem ser votados na próxima terça-feira (19), quando a comissão voltará a se reunir. O anúncio foi feito depois que o senador anunciou o cancelamento da reunião marcada para esta quinta-feira (14), pela manhã. Malta explicou que os dirigentes haviam sido convidados a participar de audiência pública no dia, mas na véspera encaminharam comunicado de que não poderiam comparecer, em função de outros compromissos. A ideia é que contribuíssem com investigação sobre causas e prevenção de suicídios e automutilação de crianças e adolescentes. Para o senador, não “cheira bem” que o cancelamento de participação tenha sido comunicado de última hora. Insatisfeito, ele disse que decidiu optar pela transformação do convite em convocação. “Em sendo convocados, será uma convocação de juízo; é obrigatório vir, senão serão conduzidos coercitivamente”, afirmou.

 

Por Fabio Sena | 14/09/2017 - 10h05
Hildécio avaliou como “remotíssima” a probabilidade de deixar a legenda

por Bruno Luiz|Bahia Notícias

O deputado estadual Hildécio Meireles (PMDB) negou a possibilidade de sair do partido. A hipótese passou a circular entre alguns integrantes da sigla após o parlamentar demonstrar insatisfação com a atual situação da sigla, que enfrenta uma crise após a nova prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, presidente estadual licenciado da agremiação. Em entrevista a uma rádio, o peemedebista chegou a defender a saída do deputado federal Lúcio Vieira Lima do comando do diretório do PMDB em Salvador. Ao Bahia Notícias, Hildécio avaliou como “remotíssima” a probabilidade de deixar a legenda e defendeu que é necessário trazer pluralidade ao partido, em referência à concentração do comando do partido nas mãos dos Vieira Lima.

Por Fabio Sena | 14/09/2017 - 09h24
"Eu vi o Palocci mentir aqui essa semana", disse Lula.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (13) em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, na Justiça Federal em Curitiba, que o ex-ministro da Fazenda de seu governo Antonio Palocci mentiu durante depoimento prestado à Justiça Federal. Lula disse a Moro que Palocci mentiu para conseguir os benefícios de uma delação premiada e que teria ficado com pena do ex-ministro. Ao iniciar o depoimento, Lula disse que “apesar de entender que o processo é ilegítimo e injusto”, pretendia falar. “Talvez eu seja a pessoa que mais queira a verdade neste processo”, afirmou. “Eu vi o Palocci mentir aqui essa semana”, disse Lula, acrescentando que viu atentamente o depoimento de seu ex-ministro, que classificou como “cinematográfico” e que parecia ter sido escrito por um roteirista de televisão.

Por Fabio Sena | 14/09/2017 - 09h14
Dissimulado é ele, que nega tudo o que lhe contraria e teve a pachorra de dizer que se encontrava raramente com o Palocci a cada 8 meses"

A defesa do ex-ministro Antônio Palocci rebateu as críticas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que, hoje (13), em depoimento ao juiz federal Sergio Moro, classificou a conduta de Palocci como fria e calculista e disse que o ex-ministro mentiu ao dizer que Lula tinha um “pacto de sangue” com o empresário Emílio Odebrecht, fundador da construtora, para supostamente receber propinas. “Enquanto o Palocci mantinha o silêncio, ele era inteligente e virtuoso. Depois que resolveu falar a verdade, passou a ser tido como calculista e dissimulado. Dissimulado é ele, que nega tudo o que lhe contraria e teve a pachorra de dizer que se encontrava raramente com o Palocci a cada 8 meses”, escreveu o advogado Antonio Bretas, responsável pela defesa do ex-ministro. Na semana passada, em depoimento, Palocci disse a Moro que Lula fez um “pacto de sangue” com Emílio e que “o pacote de propinas” envolveria um fundo de R$ 300 milhões para “atividades políticas” do ex-presidente, que responde nesse processo pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Por Fabio Sena | 14/09/2017 - 01h38
A rua que liga Avenida Paralela à Estrada do Curralinho, que dá acesso ao Centro de Convenções de Salvador, agora leva o nome do político conquistense

Na sessão ordinária desta quarta-feira, 13, o vereador Gilmar Ferraz registrou a participação da Câmara Municipal na solenidade em homenagem ao ex-prefeito de Vitória da Conquista José Pedral Sampaio, na capital baiana. A rua que liga Avenida Paralela à Estrada do Curralinho, que dá acesso ao Centro de Convenções de Salvador agora leva o nome do político conquistense. A solenidade aconteceu nesta terça-feira, 12, data em que J. Pedral completaria 92 anos. O projeto de lei que homenageia o político foi proposto pelo vereador Edvaldo Brito. Gilmar Ferraz destacou a participação da Câmara e Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. O vereador conta também que aproveitou a visita a Salvador para cobrar melhorias a Vitória da Conquista. Segundo Gilmar, em reunião com a CERB/Companhia de Engenharia Ambiental e de Recursos Hídricos, foi garantida a resolução do problema de água do povoado de Cercadinho. “Desde que assumimos o mandato estamos solicitando que se resolva o problema de água dessa localidade. E agora está garantido”, afirmou. Ele informou que o povoado de Cortesia também será beneficiado. “Conseguimos garantir também a perfuração, construção e instalação de um novo poço artesiano para os moradores”, contou.

Por Fabio Sena | 14/09/2017 - 01h27
“Precisamos falar sobre a morte para valorizar a vida”, disse

Na sessão desta quarta-feira, 13, a vereador Nildma Riberio (PCdoB) homenageou o projeto educativo Quebrando o Silêncio, realizado pela Igreja Adventista, de prevenção ao abuso e a violência contra crianças e mulheres. Nildma Ribeiro contou que o projeto que existe em mais oito países, realizando palestras, fóruns, escolas de pais e eventos de educação contra a violência. “Esse tipo de projeto é de extrema importância para Vitória da Conquista, visto os números de casos de violência contra mulher registrado no município. Outro importante projeto que será discutido pelo mandato da vereadora será o Setembro Amarelo, campanha de prevenção do suicídio. Nildma convidou a todos para a realização de uma audiência pública que acontecerá na próxima sexta-feira, às 19h na Câmara Municipal de Vitória da Conquista. “Precisamos falar sobre a morte para valorizar a vida”, disse.

Por Fabio Sena | 14/09/2017 - 01h19
“Frente Ampla: novos rumos para o Brasil” é o tema do debate

A grave crise política que o país vive é o ponto de partida do debate com Renato Rabelo que acontece na próxima sexta, 15, às 19h, na Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista. O presidente da Fundação Maurício Grabois e ex-presidente nacional do PCdoB é o convidado de honra do Debate “Frente Ampla: novos rumos para o Brasil”. Referência para o pensamento da esquerda brasileira, Rabelo fará uma análise da atual crise que atinge a raiz da democracia nacional, analisando como os problemas econômicos são parte de um processo mais amplo de um colapso social e moral no país. “Considero Renato Rabelo um dos grandes pensadores da realidade brasileira nos dias atuais. Sua clarividência nos permite olhar o cenário político com maior objetividade e desprovido dos interesses da grande mídia. seu olhar sobre o Brasil ajuda a identificar saídas para a crise política que nos assola”. afirmou o secretário de Organização do Comitê Municipal do PCdoB, Marcos Andrade.

Por Diário Conquistense | 13/09/2017 - 12h11

Policiais federais fizeram buscas no gabinete do deputado estadual Marcelo Nilo (PSL) na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (AL-BA), na manhã desta quarta-feira (13). Os agentes chegaram ao gabinete de Nilo antes das 8h e saíram do local por volta das 10h20.

No gabinete, que estava fechado, os agentes procuraram e analisaram documentos a portas fechadas. Segundo a equipe de segurança do deputado, que estava do lado de fora, Marcelo Nilo estava no local, acompanhado de um advogado e de uma assessora de imprensa.

Às 10h20, seis policiais federais deixaram a AL-BA em duas viaturas descaracterizadas. Ainda nesta quarta-feira, Nilo deve fazer um pronunciamento sobre o caso. A previsão é que seja às 14h30, na própria Assembleia. 

Por Diário Conquistense | 13/09/2017 - 12h05

Apesar de negar ser o dono da Bahia Pesquisa e Estatística Ltda. (Babesp), o ex-presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PSL), sempre riu quando lhe era atribuía a propriedade do conhecido DataNilo.

Formalmente, o sócio do DataNilo é o funcionário público Roberto Matos, também alvo da Operação Opinião, deflagrada nesta quarta pela Polícia Federal. Em setembro de 2014, Matos concedeu entrevista ao BNews.

O instituto, tantas vezes colocado em xeque pela oposição, funciona de forma virtual, como salientou Matos. “É virtual porque não tenho condições de pagar aluguel”, disse.

Por Diário Conquistense | 11/09/2017 - 21h50

Membros da executiva estadual do PMDB da Bahia vão se reunir nesta terça-feira (12) na Assembleia Legislativa (Alba) para decidirem o futuro político do ex-ministro Geddel Vieira Lima dentro da sigla. Os peemedebistas estarão reunidos para analisarem a expulsão do cacique – uma das figuras mais significativas da legenda. Os escândalos envolvendo Geddel vem incomodando membros do partido que temem não se elegerem em 2018.

Além dos deputados estaduais foram convidados o vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, e o federal Lúcio Vieira Lima. Apesar de afirmarem que vão debater apenas sobre os novos rumos da legenda, a reunião tem como princípio tentar convencer Geddel a deixar o partido, sem maiores transtornos. Contudo é prevista uma negativa e por isso há possibilidades da expulsão.

Por Fabio Sena | 11/09/2017 - 12h43
De acordo com o prefeito, qualquer colaborador da prefeitura que eventualmente possa aparecer envolvido em qualquer tipo de suspeita de irregularidade será exonerado.

O prefeito de Salvador, ACM Neto, minimizou a exoneração do ex-diretor-geral da Codesal, Gustavo Ferraz, após a prisão dele na última sexta-feira (8) (lembre aqui). Ferraz foi preso em um desdobramento da Operação Cui Bono?, que também levou o ex-ministro Geddel Vieira Lima para a prisão depois que um “bunker” com mais de R$ 51 milhões foi encontrado em Salvador, com registros de impressões digitais de Ferraz e de Geddel. ACM Neto negou que Ferraz integrasse a cota do PMDB na prefeitura da capital baiana. “Todas as funções passam por uma análise minha e por uma decisão minha. O Gustavo Ferraz já era anteriormente colaborador da prefeitura, na diretoria de habitação. Do ponto de vista técnico, ele vinha fazendo um bom trabalho na Codesal, o que não exime os fatos que estão postos, o que me fez tomar uma decisão imediata, tão logo eu soube, tão logo eu fui informado da ordem de prisão, eu determinei a sua exoneração, para não deixar dúvidas de que esse será o procedimento da prefeitura. Eu não tenho bola de cristal, eu não posso prever ou saber ou ter conhecimento do que eventualmente assessores nossos, colaboradores nossos podem estar envolvidos”, disse o prefeito.

Por Fabio Sena | 11/09/2017 - 12h35
Não existe referência no mundo democrático de um modelo desse tipo

A senadora Lídice da Mata avalia que a reforma política deve retornar ao Senado a tempo de ser apreciada. “A expectativa é de que vote hoje a reforma política, o que daria tempo. Porque ela já veio do Senado com as medidas tanto voltadas para a coligação, quanto para cláusula de barreira já vieram, e voltam com uma pequena mudança. E as outras duas questões que são financiamento e a história do distritão, essa é mais complicada”, afirma, já anunciando a possibilidade de obstrução caso o modelo passe na Câmara. “O distritão é uma mudança para pior no sistema eleitoral brasileiro. Não existe referência no mundo democrático de um modelo desse tipo; existe em apenas quatro países com uma tradição democrática, como é o caso do Iraque. Então o distritão é um retrocesso na vida democrática brasileira, no modelo político saído da constituição do brasil. Na minha opinião, é inclusive inconstitucional”, critica. Ela defende que para mudar o sistema político, seria necessária a realização de um referendo ou um plebiscito. “Porque ela [a mudança] se constituiu no pilar do sistema político do país”, explica.

...91011...2030...