A mídia da cidadania
Vitória da Conquista | 16 de Novembro de 2018
Por Fabio Sena | 15/12/2017 - 01h01
Se sancionada pelo prefeito Herzem Gusmão, a nova lei vai alterar substancialmente o Código de Posturas

Os proprietários de carro volante de Vitória da Conquista se mobilizaram contra a decisão do governo municipal de cumprir a lei que proíbe a circulação desses veículos em diversas ruas do centro e já alcançaram uma grande vitória: a aprovação pela Câmara de Vereadores do projeto de lei apresentado pelo vereador David Salomão (PTC) que extingue a zona de exclusão e libera a livre circulação dos carros volantes em todas as ruas do centro da cidade. Em contato com a redação do DIÁRIO, o vereador Rodrigo Moreira (PP) esclareceu que o projeto original apenas regulamentava a questão, mas não fazia menção à questão da circulação nas ruas do centro. Por meio de emenda substitutiva, o conjunto dos vereadores liberou o trânsito dos carros de som em algumas vias e criou as chamadas “zonas especiais”, nas quais serão adotados critérios diferenciados para a circulação desses veículos de propaganda. Rodrigo Moreira cita o caso da rua Francisco Santos.

Se sancionada pelo prefeito Herzem Gusmão, a nova lei vai alterar substancialmente o Código de Posturas, que proíbe uso de carros de som nas seguintes vias: Lauro de Freitas, Justino Gusmão, Monsenhor Olimpio, Crescêncio Silveira, Santa Rita, Rua da Misericórdia, Joaquim Nabuco, Catão Ferraz, Dois de Julho, Francisco Santos, Sete de Setembro, Coronel Gugé, Goes Calmon, Zeferino Correia, Maximiliano Fernandes, Ernesto Dantas, Praça Tancredo Neves, Praça Barão do Rio Branco, Praça 9 de Novembro e Praça da Bandeira.

Segundo o texto aprovado pelos vereadores, o motorista do veículo com propaganda volante de anúncios com fins comerciais será obrigado a apresentar a licença de autorização dada pela Secretaria de Serviços Públicos sempre que for abordado pelas autoridades competentes. “Somente será permitida a sonorização nas ruas e propaganda volante, inclusive no centro da cidade, nos horários compreendidos entre as 08h às 12h e das 14h00 às 18h, de segunda a sexta e aos sábados as 08h às 12h”, diz a lei.

Por Fabio Sena | 14/12/2017 - 13h43
Confira a programação completa das apresentações musicais

De 19 e 23 de novembro, será realizado o Natal Conquista de Luz, festa natalina promovida pela Prefeitura Municipal. Durante os cinco dias, 50 atrações locais se apresentarão nas praças Nove de Novembro, Mármore Neto e Tancredo Neves. De acordo com as informações divulgadas, na Praça Nove de Novembro, a programação musical começará sempre às 17 horas, com exceção de sábado, 23, quando terá início um pouco mais cedo: às 15 horas. Já na Mármore Neto e na Tancredo Neves, a população poderá assistir a apresentações de Ternos de Reis e corais a partir das 17 horas. Às 20 horas, terão início os shows, exceto na sexta, 22, quando eles começarão às 19 horas.
Confira a programação completa das apresentações musicais:

Por Fabio Sena | 14/12/2017 - 13h24
Ocupantes estão mobilizados contra reintegração

Na última terça-feira (12), foi publicada a decisão do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) que mantém a desocupação de áreas de preservação ambiental na Serra do Piripiri. Na decisão, a desembargadora Pilar Cleia Tobio de Claro aponta o julgamento do recurso especial 245.758/PE, proferido pelo Supremo Federal: “Tem-se como clandestina a construção, a qual está inteiramente em logradouro público, além do fato de que a sua demolição não traz nenhum benefício direto ou indireto para o Município que caracterize eventual enriquecimento, muito pelo contrário, já que se está em discussão é a desocupação de imóvel público de uso comum que, por tal natureza, além de inalienável, interessa a toda coletividade”.

Por Fabio Sena | 14/12/2017 - 11h41
A vereadora Lúcia Rocha comparou a conquista das mulheres da Viação Vitória à luta por igualdade de participação feminina no parlamento nacional.

“Eu hoje sou a mulher mais feliz de Vitória da Conquista”, foi assim que a extrovertida Arlete encerrou sua fala na Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, arrancando aplausos e gritos dos presentes no momento solene. Cleusa Borges, Arlete Xavier e Carla de Sousa, três mulheres acostumadas à agilidade e rapidez do trânsito, desaceleraram para aguardar o solene ato que corou seus contínuos esforços. Por iniciativa da vereadora Lúcia Rocha (DEM), as motoristas receberam a Moção de Aplauso Nº 0222/2017, na última quarta-feira (13), durante uma sessão ordinária da Câmara Municipal. Um reconhecimento à coragem e garra dessas valorosas mulheres.

Falante, Arlete provou que também domina o microfone. “É com muita honra que estou aqui hoje, porque para mim não foi nada fácil. Os preconceitos eram muitos. As empresas não aderiam às motoristas mulheres” disse, afirmando ainda que dirigir ônibus em Vitória da Conquista foi a realização de um sonho. “Para um homem tirar uma habilitação D é uma profissão, pra mim é uma realização como mulher. É uma pena que a outra empresa não tenha ainda colocado mulheres, espero que logo ela se motive para colocar nós mulheres”, ponderou.

Por Fabio Sena | 14/12/2017 - 11h09
Alegria dividida com toda a plateia ao vivenciar este encontro. Foto: Érica Daniela

Por Ricardo Fraga*

Nesta segunda feira, 11, a CazAzul Teatro Escola abriu a sua II Mostra Culte (Cursos Livres de Teatro) com o espetáculo “Circo da Alegria”. Uma adaptação de Adriana Amorim e Thiana Barbosa (também na direção) da obra de Vânia Laranjeira com a turma infantil da escola. Quarto estudantes, atores mirins, dançarinos, brincantes, que estavam super a vontade no palco para nos contar a história da Bruna, a Bruxa, que por conta de traumas vivenciados em sua vida queria acabar com a alegria de um circo. Uma pequena trupe composta de um palhaço, uma malabarista e uma bailarina que, ao compreender os reais motivos que fizeram com que a bruxinha trilhasse o caminho do sofrimento, lhes oferecem uma vaga para compor a trupe e, desta maneira, ter a oportunidade de refazer os seus caminhos, agora, com mais alegria.

Por Fabio Sena | 13/12/2017 - 13h59
o ex-governador do Rio Anthony Garotinho não teve os cabelos cortados

Por Marcos de Vasconcellos e Tadeu Rover/Conjur

O governo do Rio de Janeiro conseguiu provar que raspar o cabelo de presos é uma tradição desnecessária, sem qualquer relação com a saúde pública. A forma que o estado encontrou para isso é inusitada, mas tem funcionado: não cortou cabelo ou barba de quatro personagens ilustres da política presos recentemente: o ex-governador do Rio Anthony Garotinho e os deputados estaduais Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo. Os quatro foram presos na segunda quinzena de novembro e, desde então, não houve registro de qualquer epidemia de piolho. Um exemplo ainda mais contundente, lembra o defensor público Leonardo Rosa, subcoordenador do Núcleo do Sistema Penitenciário (Nuspen) do Rio de Janeiro, são os presídios femininos, onde nenhuma mulher é obrigada a raspar a cabeça e nem por isso há infestações ou epidemias.

Por Fabio Sena | 13/12/2017 - 12h42
"Não podemos ficar só pensando em lugares nobres da cidade como a Olívia Flores"

Na sessão da sexta-feira passada (8), o vereador Danillo Kiribamba (PCdoB) intercedeu pelo bairro Senhorinha Cairo, solicitando ao poder público melhorias nos serviços de saúde, segurança pública, e correios. Kiribamba conta que recentemente esteve em reunião com representantes do Senhorinha Cairo, e pode constatar o descaso do poder público com o bairro. “O bairro não tem posto de saúde. As pessoas precisam se deslocar para outros lugares para ter atendimento”, pontuou. O vereador disse ser inadmissível um bairro há quase 40 anos não possuir serviços de correios e pede providências urgentes. “Quero chamar atenção de todos os poderes: federais, estaduais e municipais para que resolva essa situação. Assim como a questão de segurança pública do bairro”, cobrou. “Precisamos de políticas públicas para as pessoas que mais precisam. Não podemos ficar só pensando em lugares nobres da cidade como a Olívia Flores. Temos que levar os recursos para os bairros periféricos”, completou.

Por Fabio Sena | 13/12/2017 - 12h35
A proposta é do vereador Professor Cori (PT) e contou com o apoio dos demais parlamentares

Acontece na próxima quarta, 13, às 19h, na Câmara de Vereadores, uma audiência pública sobre a profissão de fisioterapeuta. A proposta é do vereador Professor Cori (PT) e contou com o apoio dos demais parlamentares. A audiência também homenageará os profissionais da fisioterapia. O Dia Nacional do Fisioterapeuta é comemorado no dia 13 de outubro. De acordo com o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), a Fisioterapia é uma ciência da Saúde que estuda, previne e trata os distúrbios cinéticos funcionais intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano, gerados por alterações genéticas, por traumas e por doenças adquiridas. Fundamenta suas ações em mecanismos terapêuticos próprios, sistematizados pelos estudos da Biologia, das ciências morfológicas, das ciências fisiológicas, das patologias, da bioquímica, da biofísica, da biomecânica, da cinesia, da sinergia funcional, e da cinesia patologia de órgãos e sistemas do corpo humano e as disciplinas comportamentais e sociais.

Por Fabio Sena | 13/12/2017 - 12h21
Criado em 1997 e vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, o programa Vivendo a Terceira Idade reúne, atualmente, cerca de 300 pessoas

“Que importa saber quem sou… Nem de onde venho… Nem pra onde vou… O que eu quero são os teus lindos olhos, morena… Tão cheios de amor… O sol brilha no infinito… E aquece o mundo aflito…”. Os versos da canção “O vagabundo”, de Victor Simón, sucesso cristalizado na voz de Altemar Dutra, são cantarolados baixinho, a capella, pelo aposentado Antônio Oliveira, 78 anos, na tarde desta terça-feira, 12. A seu lado, está sua esposa, a também aposentada Maria Oliveira, 65. Eles estão na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), onde aproximadamente 300 pessoas – na maioria, mulheres – aguardam pelo início do baile que marca a conclusão das atividades do programa Vivendo a Terceira Idade em 2017.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 21h40
Para o advogado Aristides Junqueira, que representa o senador, a denúncia “é só imaginação” e “presunção do Ministério Público”

A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal aceitou denúncia nesta terça-feira (12/12), por 4 votos a 1, e transformou em réu o senador José Agripino Maia (RN), presidente do partido Democratas. Segundo a Procuradoria-Geral da República, ele recebeu R$ 654 mil para auxiliar a construtora OAS a conseguir recursos travados no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A acusação diz que Agripino Maia conseguiu negociar com o Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte, que estaria exigindo documentos complementares para aprovar o projeto executivo da construção da Arena das Dunas, sede da Copa do Mundo de 2014 em Natal, condição necessária para a liberação do financiamento do BNDES. O pagamento ocorreu em dinheiro vivo, de acordo com a PGR, e foi providenciado por Léo Pinheiro — presidente-executivo da OAS —, por intermédio do doleiro Alberto Yousseff, que em delação premiada relatou ter feito a entrega fracionada da quantia a pessoas em Natal, sem especificar a quem ou citar o senador.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 21h26
Foi a primeira vez que um ex-presidente da República foi condenado por corrupção no Brasil.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região agendou para o dia 24 de janeiro próximo o julgamento da apelação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do tríplex do Guarujá. A data foi marcada a pedido do desembargador Leandro Paulsen, revisor do voto do relator, que informou à Secretaria da 8ª Turma que já terminou seu trabalho. A decisão do TRF-4 definirá se Lula pode ou não ser candidato nas eleições de 2018. Se a condenação for mantida, o petista fica inelegível, e o cenário eleitoral sofrerá uma grande mudança. A análise da apelação do ex-presidente está sendo rápida. O desembargador João Pedro Gebran Neto levou apenas 142 dias para preparar seu voto, contados desde a sentença do juiz Sergio Moro, e encaminhá-lo ao revisor, Leandro Paulsen. Segundo levantamento do GLOBO, o texto do relator ficou pronto em menos da metade do tempo na comparação com a média de outros processos.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 20h39
a APUB Sindicato vem a público declarar incondicional apoio ao pleito pela continuidade do funcionamento do colégio

Leila Costa Cruz
Representante Seção Sindical IMS/APUB

A educação pública desde sempre sofreu com o descaso em todas esferas de governo, descaso expresso nas verbas insuficientes, na estrutura precária, na desvalorização das/dos profissionais da educação. Em tempos de governo golpista, a educação pública tem sido ainda mais ameaçada após a estagnação do teto de financiamento com base no orçamento de 2016 determinada com a PEC 55/2016; medida que, efetivamente, condena nossas instituições a tornarem-se espólio a ser tomado pela iniciativa privada.

A situação do Colégio Estadual Nilton Gonçalves, em Vitória da Conquista, retrata essa conjuntura. O colégio funciona há 17 anos atendendo a uma população de cerca de 14.000 pessoas de bairros populosos e periféricos desta cidade, em grande maioria em situação de vulne rabilidade sócio- econômica. Nele estão matriculadas/os cerca de 800 estudantes em turmas de ensino médio e Educação de Jovens e Adultos, nos três turnos. Entretanto, mesmo prestando este serviço essencial a populações carentes, o governo do estado da Bahia emitiu nota, em 07 de novembro de 2017, informando o encerramento das atividades do Nilton Gonçalves em 2018. Como justificativa, o contingenciamento de gastos; infelizmente, como se verifica repetidas vezes, trata -se de “economia” que aprofunda e agrava ainda mais as dificuldades já experimentadas pelas populações mais pobres, que mais precisam dos serviços públicos.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 17h24
A Orquestra de Cordas vai executar obras de artistas como Tchaikovsky, Luiz Gonzaga, Gonzaguinha, Zeca Baleiro e Adoniram Barbosa

90 intérpretes entre crianças, adolescentes e jovens realizam Concerto no Auditório do IFBA, em Vitória da Conquista, no próximo dia 13 de dezembro (quarta), às 19h. 40 integrantes da Orquestra de Cordas do Núcleo Conquista Criança, com idades de 10 a 16 anos, e cerca de 50 cantores, que participam do coral de estudantes e do Madrigal do IFBA, realizam esta apresentação que tem entrada gratuita. A Orquestra de Cordas executa obras de artistas como Tchaikovsky, Luiz Gonzaga, Gonzaguinha, Zeca Baleiro e Adoniram Barbosa. “O Coral do IFBA tem uma tradição muito grande na cidade e eu sugeri que fizéssemos uma apresentação juntos. É um concerto para que os pais das crianças, adolescentes e toda a comunidade possam apreciar”, afirma Bruna Garófalo, coordenadora do Núcleo Conquista Criança. Cada uma das formações musicais preparou um repertório próprio para a ocasião. Orquestra de Cordas e Coral do IFBA encerram juntos o concerto com uma música natalina, O Primeiro Natal, com harmonia Jonh Stainer e arranjo de Alexandre Guimarães. “Estamos com uma expectativa muito boa para o concerto. Existe uma tradição de boa qualidade no fazer musical que o NEOJIBA construiu no estado da Bahia”, afirma Marcos Ferreira, maestro do coro e professor de música do IFBA.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 14h47
As grandes conquistas da vida não são alcançadas em um dia. A vida se conquista com amor, coragem, trabalho e perseverança.

Sheila Andrade, presidente da CDL

O Natal é um grande momento de confraternização. Momento em que juntos temos a oportunidade de nos irmanarmos e festejarmos, não apenas o nascimento do Salvador, como também o renascimento das nossas esperanças e da nossa determinação em construir um mundo cada vez melhor para todos nós. Sabemos também que o Natal é momento áureo do varejo brasileiro. Aguardamos por ele sempre com grande expectativa e certeza de bons negócios e para que isso ocorra devemos seguir algumas dicas para preparar a nossa empresa e garantir um Natal mais gordo.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 18h35
Somos um país de oportunistas, que se recusa a enxergar prazos mais longos

por André Ferraro

Não há política compensatória suficiente, nem resistência cultural possível, se em conjunto não tenhamos crescimento e desenvolvimento econômico para dar sustentabilidade e produtividade a um projeto de Brasil. O isolamento e a exacerbação das diferenças tem importância ao dar urgência aos temas relativos à justiça social e igualdade, mas em países continentais e populosos, as divisões de qualquer espécie, que obviamente servem também a interesses partidários, acabam por perpetuar exatamente o que é combatido. Ao negar nossas necessidades organizacionais, estruturais, e de investimentos, por conta da posição política, como se não fizessem parte de um contexto, apenas aumentamos o abismo social, dificultando políticas de desenvolvimento eficazes e efetivas, que possam elevar nosso nível de riqueza e eficiência, e assim nos inserir no mundo econômico real, com mais trocas, mais comércio internacional, mais turismo, mais cultura, e mais indústria e serviços, obviamente.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 12h02
A “incitação à subversão da ordem política” é crime previsto na Lei de Segurança Nacional

O relatório final da CPMI da JBS, apresentado pelo deputado Carlos Marun (PMDB-MS), pede o indiciamento do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot por prevaricação, abuso de autoridade e “incitação à subversão da ordem política”, crime previsto na Lei de Segurança Nacional. Ele pede ainda o indiciamento, pelos mesmos crimes, do também procurador da República Eduado Pellela, ex-chefe de gabinete de Janot na procuradoria. Os pedidos são dirigidos ao próprio Ministério Público para análise. Na prática, não passam de sugestões, segundo Marun, embasadas nos depoimentos e documentos obtidos pela CPI. “Vou enviar ao Ministério Público e espero que a procuradoria dê sequência”, disse o relator. 

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 11h35
A proposta é ampliar o debate em torno do respeito à diversidade e do combate às formas de discriminação que envolvem gênero, sexualidade e relações intra e inter étnicas.

A Assembleia Legislativa da Bahia sedia amanhã, 13/12 de a partir das 9h, a Conferência Livre “Gênero e Educação”, atividade proposta pela deputada Neusa Cadore(PT). O evento tem como finalidade obter informações, recomendações e sugestões para serem encaminhadas à Conferência Estadual de Educação 2018, devendo integrar a categoria Diversidade, do Plano Estadual de Educação. A Conferência Livre se constitui em mais um espaço de luta e resistência diante dos graves retrocessos e da onda conservadora que ameaçam o país. A proposta é ampliar o debate em torno do respeito à diversidade e do combate às formas de discriminação que envolvem gênero, sexualidade e relações intra e inter étnicas.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 11h21
Este ano o presidente Angelo Coronel obteve 26 dos 34 votos possíveis

Oito deputados recebem hoje o Troféu Imprensa melhores de 2017, solenidade que ocorrerá às 17h no Saguão Nestor Duarte da Assembleia Legislativa. Tradicionalmente são eleitos apenas quatro parlamentares, mas é também da tradição do Comitê que congrega a imprensa especializada, nos casos de empate, conferir o Troféu Imprensa às partes envolvidas. Este ano o presidente Angelo Coronel obteve 26 dos 34 votos possíveis, sendo seguido por Hildécio Meireles, que preside a comissão de Infraestrutura da ALBA com 12 votos. Na terceira posição ficaram os deputados Marcelo Nilo (PSL) e Fabíola Mansur (PSB) com oito votos cada, presidente da comissão de Finanças e Orçamento, Educação e Cultura respectivamente, enquanto o quarto lugar reuniu os deputados Adolfo Viana (PSDB), líder do bloco parlamentar PSDB, PRB PPS; Alex da Piatã (PSD) presidente da comissão de Saúde e Saneamento; José de Arimateia (PRB) presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde; e o 4º secretário da Casa, o peemedebista Luciano Simões Filho, cada um com sete votos.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 11h08
Além do mercado de alimentos, o mel de abelhas nativas pode ser destinado à produção de medicamentos e cosméticos.

O projeto de lei (PL) nº 21.619, de autoria do deputado estadual Fabrício Falcão (PCdoB), regula a criação, o comércio e o transporte de abelhas sem ferrão na Bahia. A criação de abelhas nativas, as Meliponas, mais conhecidas como abelhas sem ferrão, produz um mel de alto valor agregado, muitas propriedades medicinais, com menos teor de açúcar e mais nutrientes. Segundo a justificativa do PL, com o crescimento dessa atividade, é necessária uma legislação que estabeleça os critérios para a criação sustentável de abelhas nativas, principalmente por se tratar de animais silvestres, componentes da fauna brasileira. O deputado Fabrício explicou que a elaboração da proposta contou com a participação de vários setores das universidades e da sociedade civil. “Nosso objetivo é fortalecer a cadeia produtiva do mel e aumentar a renda de agricultores familiares do estado. Com a lei vamos ter um estímulo a melhores práticas de produção, beneficiamento, armazenamento e também comercialização do produto”, disse Fabrício. A expectativa é que o PL seja votado ainda este ano.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 11h04
O encontro serviu para prestação de contas das atuações dos mandatos de Waldenor e Zé Raimundo em benefício de Brumado

No último domingo (10), os deputados Waldenor Pereira (federal) e Zé Raimundo (estadual) participaram de duas reuniões em Brumado. A primeira delas, com os pequenos produtores rurais e membros da Associação de Tanquinho, Mandacaru e Adjacências, organizada pelo vereador e líder do PT na Câmara Municipal, Zé Ribeiro.
Aos agricultores, Waldenor e Zé Raimundo anunciaram a destinação de emendas que vão fortalecer a agricultura familiar local e o abastecimento de água dos moradores destas comunidades. São tubos e caixas d’águas e um trator com todos os implementos. Emendas dos deputados também estão contribuindo com a limpeza de aguadas para o acúmulo de água das chuvas que já começam a chegar na região e irão contribuir também para a irrigação das produções e abastecimento das moradias.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 10h00
Um documentário de 14 minutos, conduzido pela voz de Lázaro Ramos, compara os assassinatos registrados no Brasil com os de guerras, conflitos internacionais, terrorismo e locais conhecidos pela violência

O Brasil mata. Mata muito. Entre 2001 e 2015 houve 786.870 homicídios, a enorme maioria (70%) causados por arma de fogo e contra jovens negros. Os números da violência no maior país da América Latina atingem dimensões ainda mais preocupantes ao se compararem com guerras internacionais deste século. Desde que começou o conflito sírio, em março de 2011, morreram 330.000 pessoas. A guerra de Iraque soma 268.000 mortes desde 2003. Brasil, com 210 milhões de habitantes, é o país que mais mata no século XXI. O jornal O Globo retratou em números essa rotina violenta e cedeu parte do resultado ao EL PAÍS. Um documentário de 14 minutos, conduzido pela voz de Lázaro Ramos, compara os assassinatos registrados no Brasil com os de guerras, conflitos internacionais, terrorismo e locais conhecidos pela violência. Segundo os números do jornal, o Brasil matou nos últimos 15 anos o equivalente à população de Frankfurt, Sevilha ou João Pessoa. A falta de políticas públicas que abordem a segurança como um problema crônico e prioritário é um dos assuntos tratados no vídeo. Em um país onde se assassina uma pessoa a cada dez minutos, o documentário, alerta: “Enquanto está assistindo a este vídeo, mataram mais um”.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 08h52
Kiribamba defende maior investimento no esporte, com criação de estrutura própria

Na última sexta-feira, 8, a Câmara Municipal (CMVC) realizou uma audiência, solicitada pelo vereador Danillo Kiribamba (PCdoB), para discutir políticas públicas para o Esporte em Vitória da Conquista. Durante a audiência, foram abordadas as diversas modalidades do esporte amador, a realidade dos atletas, disponibilidade de recursos, perspectiva de investimentos, bem como a adequação do esporte em Vitória da Conquista à política nacional de esportes. Kiribamba destacou que segundo a Lei Pelé, é dever do Estado fomentar as práticas desportivas formais e não formais. No entanto, ele observa que a situação das políticas públicas para o esporte em Vitória da Conquista é lamentável. “Não existe uma Secretaria do Esporte, apenas uma coordenação sem estrutura, sem orçamento, absolutamente desestruturada”, relatou.  Ele reforçou dizendo que não há política de fomento aos atletas e seleções. “Os desportistas em geral são abnegados, que tiram do próprio bolso para realizar um campeonato ou torneio na comunidade, assumindo uma obrigação que é do poder público”, disse.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 08h33
a Prefeitura distribuiu mudas de palma aos agricultores presentes e disponibilizou mil mudas de umbu gigante para a Associação de Pequenos Produtores da localidade.

No último sábado, 9, a Prefeitura de Vitória da Conquista levou para a comunidade de Pau Ferro, distrito de Bate-Pé, o Programa de Convivência com o Semiárido: Palmas para Conquista. Na presença do prefeito Herzem Gusmão, da vereadora Lúcia Rocha e do secretário municipal de Agricultura, Paulo César de Oliveira, técnicos da Secretaria de Agricultura, entre eles o coordenador de Agricultura Familiar, Reuber Matos, realizaram palestras e oficinas sobre a palma forrageira e o umbu gigante. Durante a ação, os agricultores familiares receberam informações sobre as novas variedades de palma resistentes a doenças, bem como uma nova forma de executar o plantio da palma para aumentar sua produtividade de 150 para até 750 toneladas por hectare. O encontro serviu ainda para discutir formas de prevenção à praga Cochonilha de carmim, praga que tem dizimado plantações de palmas pelo país e pode chegar à Bahia.

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 14h31
Fiz questao de escrever este texto ouvindo Elomar Figueira de Melo: “Adeus, adeus meu pé-de-serra. Querido berço onde nasci. Se um dia te fizerem guerra, teu filho vem morrer por ti.” Guerreiro Mongoió.

por Dr. Romário Melo

10 de Dezembro 2017, Tóquio, Japão
Sobre o fechamento do Colégio Estadual Nilton Gonçalves – CENG

Me lembro, como se fosse hoje, um anúncio no ano de 1999: “O Colégio Dom Bosco (particular) no Bairro Ibirapuera se tornará um Colégio público”. Eu era aluno do CIENB e a alegria era enorme. Estudar perto de casa, sem ter que atravessar a perigosa Av. Brumado e caminhar pela Av. Frei Benjamin, para economizar o dinheiro do transporte para coisas mais urgentes. Mal sabia eu que o CENG mudaria minha vida inteira. Foi lá que, nas aulas de Biologia da Prof. Luana Bittencourt, eu decidi ser Biólogo. Nas aulas de química, do Prof. Vitório (carinhosamente chamado de Toi), aprendi que os metais produzem cores diferentes durante a combustão. Recordo bem, eu e o colega Ronaldo num “laboratório” improvisado: um queimava os químicos, enquanto o outro anotava os resultados. A gente brincava: “pra que diabos eu vou precisar disso na minha vida?”

Eis que aquela pergunta (estúpida?) revelou toda utilidade daquele experimento durante meu PhD na Alemanha: a técnica (ICP-AES), crucial para a minha Tese, analiza nutrientes em plantas exatamente “queimando” os tecidos vegetais e separando cada metal pelas cores produzidas após a combustão para, então, quantificá-los. Um, dentre tantos tapas na cara que a vida nos dá! Me lembro das aulas de Português e Literatura com a Prof. Raquel, que tentava incansavelmente despertar nos alunos o interesse pela leitura e escrita. Eu, particularmente, odiava os dois: ler e escrever. Mas, obviamente, fazia os exercícios. Mais tarde, através daquele “fazer por fazer”, descobri que eu amo ler e escrever, porém, estava lendo e escrevendo o que não gostava. Normalmente, ler e escrever ocupa 90% do tempo de um cientista.

“Aqui estou eu hoje: Cientista da Universidade de Bruxelas em missao científica na Universidade de Tóquio”

Por Fabio Sena | 12/12/2017 - 18h34
Governo volta a falar de estudo, mas não apresenta à comunidade

Na manhã desta segunda-feira, dia 11, o Coletivo #SalveoNilton, que reúne lideranças comunitárias dos bairros Nenzinha Santos, Ibirapuera, Bruno Bacelar e Nossa Senhora Aparecida, pais, mães, alunos, professores e profissionais da educação do Colégio Estadual Nilton Gonçalves, esteve em reunião de conciliação no Ministério Público junto à procuradora Drª. Guiomar Melo. Além do coletivo, o encontro contou com a presença do diretor do Núcleo Territorial de Educação (NTE20), Ricardo Costa, representando a Secretaria Estadual de Educação (SEC).

...10...192021...304050...