A informação que você precisa.
Vitória da Conquista | 25 de Janeiro de 2020
Por Fabio Sena | 29/05/2017 - 10h47
Esta é a segunda edição do projeto, a primeira aconteceu na Feira do Alto Maron.

Nem mesmo o clima frio registrado na tarde desse domingo, 28, em Vitória da Conquista, desanimou dezenas de jovens que compareceram à Praça Mármore Neto. Eles foram prestigiar a segunda edição do projeto “Hip Hop Minha Cultura”, desenvolvido numa parceria entre o Estação Juventude e os coletivos Wolf Clan e o Revolução Conquista. Um desses jovens foi o Chaveirinho MC, 20 anos. Com três anos no movimento hip hop, ele reconhece no projeto um espaço para fortalecer a cultura de rua. “Esse é o plano, levar o hip hop para todos os lugares. Mostrarmos que essa cultura tem uma ideia diferenciada, que lutamos pelo respeito. Pouco a pouco estamos chegando lá”.

Por Diário Conquistense | 27/05/2017 - 10h50
Magno de Andrade Queiroz

O quadro de servidores do TRT da Bahia ganhou o reforço, na tarde da última sexta-feira (19), de três novos técnicos judiciários, sendo um deles da área de Tecnologia da Informação, o conquistense Magno de Andrade Queiroz.

Ao dar boas-vindas aos empossados, a presidente falou sobre os recentes projetos do TRT baiano na área de tecnologia da informação, ressaltando os investimentos em inovação, e destacou a importância de cada servidor para a boa prestação jurisdicional da Justiça do Trabalho. “Cheguem a esta Casa com a perspectiva de valorização tanto pessoal quanto institucional, para que possamos manter a Justiça do Trabalho cada vez mais eficiente e valorizada”, afirmou.

 

Por Diário Conquistense | 27/05/2017 - 09h57

De janeiro até o dia 15 de maio de 2017, 15.751 casos de violência contra a mulher foram registrados na Bahia, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (26) pela Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP-BA).

Do total de ocorrências, referentes a vítimas do sexo feminino e maiores de 18 anos, há 111 homicídios dolosos (quando há a intenção de matar), sendo 17 em Salvador, 14 em cidades da região metropolitana e 80 no interior.

Foram contabilizados 158 casos de estupros, sendo 34 na capital, nove na RMS e 115 em cidades do interior. Os casos enquadrados como feminicídio somam 14 (3 em cidades da RMS e 11 no interior — a capital não teve nenhum registro desse tipo).

Por Fabio Sena | 26/05/2017 - 11h27
A orientação do sindicato é que não haja nenhum tipo de atendimento nas agências onde não houver o número mínimo vigilantes,

Desde a última quinta-feira (18), os empregados das empresas de segurança e vigilância da Bahia estão em greve por melhores condições de trabalho e por uma remuneração adequada aos riscos aos quais estão expostos. Os quase 32 mil vigilantes que atuam no estado pleiteiam reajuste salarial de 15%, ticket refeição de R$20, cotas de 30% para mulheres e piso salarial de R$ 1500. Na base territorial do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região algumas agências como BNB e Bradesco de Itapetinga e o Banco do Brasil de Dom Basílio. A orientação do SEEB/VCR é que não haja nenhum tipo de atendimento nas agências onde não houver o número mínimo vigilantes, como regulamentado pela Lei Federal 7.102/83 e por portaria da Polícia Federal. “Trabalhar sem atendimento ao público ou sem numerário não impede uma tentativa de assalto ou arrombamento. Os bancos estão expondo os bancários a um serviço sem condições mínimas de segurança ao abrirem as unidades sem a presença de vigilantes” afirma Paulo Barrocas, presidente do SEEB/VCR.

Por Diário Conquistense | 26/05/2017 - 11h15

Esta semana, o canteiro central de parte da avenida Integração recebe uma intervenção realizada de forma conjunta pelas secretarias municipais de Meio Ambiente e Infraestrutura. Trata-se do trecho situado em frente à Estação Rodoviária de Vitória da Conquista. É o início de um projeto de arborização urbana, a fim de revitalizar o local.

No canteiro, máquinas da Prefeitura retiraram a antiga terra e agora removem o asfalto que havia embaixo. Posteriormente, será aplicada uma nova camada de terra vegetal, para, em seguida, fazer o nivelamento e preparar o canteiro para o futuro plantio das mudas.

“Se não tivéssemos retirado o asfalto, não teríamos como plantar”, informa a secretária municipal de Meio Ambiente, Luzia Vieira. “Uma vez tendo retirado esse asfalto, poderemos fazer o nivelamento da terra, realizar a adubação e a abertura de covas. E, na Semana de Meio Ambiente, vamos fazer o plantio junto com a comunidade”, anuncia a secretária, mencionando o evento que será realizado pela Prefeitura entre os dias 7 e 10 de junho, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente – data celebrada internacionalmente no dia 5.

Por Fabio Sena | 26/05/2017 - 10h58
A grande imprensa não trata como vandalismo o recebimento de propina

por Ruy Medeiros

Vandalizam nossas mentes, vandalizam nossa consciência, vandalizam esperanças, vandalizam promessas, vandalizam projetos de vida, vandalizam o próprio futuro esperado e prometido. Mas os senhores que ocupam o poder e levaram ao extremo a privatização do Estado por grupos empresariais não se sentem vândalos quando destroem conquistas trabalhistas, que foram obtidas com sacrifícios e vêm sendo mantidas com lutas e sangue, iniciam (a título de salvá-la) o desmonte da previdência social, que querem transformar em agência de auxílio-funeral a viúvas e miseráveis dependentes.

Por Fabio Sena | 26/05/2017 - 10h35
Tasso quer mesmo é juntar os dois mundos tucanos

Com o governo de Michel Temer desestabilizado e com Aécio Neves fora de combate, atingidos pela delação dos executivos da JBS, coube ao experiente senador Tasso Jereissati (CE) assumir o papel central na recomposição do PSDB. Desde a semana passada, Tasso dedica quase todo o seu tempo a essa remontagem do partido e às costuras políticas para impedir que o projeto do PSDB seja inviabilizado pelo escândalo. Mais: acabou se tornando uma opção de candidatura governista, caso Temer deixe a Presidência, o que obrigaria a convocação de eleições indiretas. Mas, na sua terceira passagem pela presidência do partido, Tasso quer mesmo é juntar os dois mundos tucanos: o antigo, liderado pelas presidências de Fernando Henrique Cardoso, com o novo, protagonizado pelos “cabeças pretas”, o grupo de tucanos mais jovens que tenta atualizar o discurso do partido e recuperar o poder político do passado. Credenciado por ser um peso pesado do meio empresarial, ter sido governador três vezes e não ser investigado na Operação Lava Jato, Tasso deu prioridade, nos últimos dias, à montagem de um discurso único do PSDB em relação ao que fazer sobre o futuro do governo Temer. Leia mais no Estadão.

Por Fabio Sena | 26/05/2017 - 10h25
Durante os três dias, os reeducandos foram consultados por uma médica clínica da Umanizzare.

Assistentes sociais, advogados, médicos, odontólogos, enfermeiros e defensores públicos do Estado do Tocantins constituíram uma inovadora ação de celeridade e otimização para assegurar aos reeducandos da Unidade de Tratamento Prisional Barra da Grota/UTPGB acesso a serviços jurídicos e de saúde. Idealizador do projeto, o diretor da UTPGB, Elizeu José dos Santos, explica que a equipe técnica encontrou uma resposta eficaz às dificuldades de deslocamento de detentos para atendimentos fora dos presídios.

Coordenado pela Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça e pela Umanizzare Gestão Prisional, a primeira edição do Projeto Maomé foi realizada entre os dias 23 e 25 de maio em articulação com a Defensoria Pública, com o projeto Defensoria Itinerante, e o Poder Judiciário, através do programa Juiz Presente, criado pelo juiz da 2ª Vara Criminal e Execuções Penais de Araguaína, Antônio Dantas de Oliveira Júnior. Elizeu dos Santos explica que, para evitar o risco de membros de facções criminosas se cruzarem dentro dos pavilhões, a equipe técnica do presídio criou uma estratégia para assegurar que nenhum detento fosse prejudicado no direito constitucional de acesso a Saúde, Assistência Social e Jurídica.

Por Fabio Sena | 26/05/2017 - 10h19
"O voluntarismo e a ousadia, estimulados por qualquer tipo de embriaguez, cegueira ou puro despreparo, não devem ser a força motriz de atos processuais”.

A tentativa de impedir o ministro Gilmar Mendes de julgar processos envolvendo Eike Batista não passou da “velha estratégia” de recusar o juiz porque ele decide contra o que pede uma das partes — no caso, o Ministério Público Federal. E o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, usou a arguição de impedimento como um ataque pessoal a Gilmar e à sua família. A avaliação é do próprio ministro do Supremo. Janot diz que Gilmar Mendes não poderia ter concedido um Habeas Corpus ao antigo homem mais rico do Brasil, porque o escritório no qual sua mulher, Guiomar, trabalha já advoga para o empresário na área cível. Na peça em que rebate ponto a ponto a arguição de impedimento, o ministro faz duras críticas à atuação do PGR. Logo de início do documento, a citação a um provérbio português já mostra o tom belicoso do que está por vir: “Ninguém se livra de pedrada de doido nem de coice de burro”.

Por Fabio Sena | 26/05/2017 - 10h10
O relator da Lava Jato grifou, em seu despacho, trecho sobre a não realização de “juízo de valor” sobre os fatos delatados.

Ministros do Supremo Tribunal Federal admitem a possibilidade de revisar os benefícios concedidos aos empresários do grupo J&F – holding que inclui a JBS – no acordo de delação premiada firmado com a Procuradoria-Geral da República. A previsão não é de consenso entre os integrantes Corte, mas tem sido defendida por alguns magistrados e até mesmo pelo relator da Operação Lava Jato, ministro Edson Fachin. Alvo de polêmica, o acordo firmado pelo Ministério Público Federal prevê imunidade penal aos irmãos Joesley e Wesley Batista e demais delatores do grupo empresarial. Eles foram também autorizados a viver fora do País. Embora não comente o caso publicamente, ao homologar as delações dos acionistas e executivos do grupo J&F, Fachin citou expressamente decisão do plenário da Corte segundo a qual a homologação “limita-se a aferir a regularidade, a voluntariedade e a legalidade do acordo, não havendo qualquer juízo de valor a respeito das declarações do colaborador”.

Por Fabio Sena | 25/05/2017 - 20h42

Sensação de dever cumprido. Com esse sentimento o deputado estadual Hildécio Meireles findou a audiência pública realizada pelas comissões de Agricultura e Política Rural e de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo, a qual preside, na manhã desta quinta-feira (25), na Cidade de Valença, que debateu sobre o “fortalecimento da cadeia produtiva do cravo da índia e seus efeitos”. Segundo explicou Meireles, um dos principais itens reivindicados pelos agricultores familiares da região do Baixo Sul, foi assegurado pelo presidente do IBGE na Bahia, Artur Ferreira, que é o registro da produção do cravo-da-índia no banco de dados do instituto para o mês de julho do próximo ano. E não parou por aí. Aliado a isso, o superintendente federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento na Bahia, Osanah Rodrigues Setúval, se comprometeu pelo reconhecimento e zoneamento da produção do cultivo pelo Ministério da Agricultura.

Por Fabio Sena | 25/05/2017 - 20h09
“Progredimos muito, mas precisamos ter um horizonte de no mínimo 1,5% da receita para a Cultura mesmo no momento de crise"

A deputada estadual Fabíola Mansur (PSB) aproveitou a sessão especial da Alba em celebração aos 50 anos do Teatro Castro Alves (TCA) para defender que o Governo da Bahia destine 1,5% de seu orçamento anual para o setor cultural, em consonância com a PEC 150/2003. “Progredimos muito, mas precisamos ter um horizonte de no mínimo 1,5% da receita para a Cultura mesmo no momento de crise, precisamos descontingenciar o orçamento e democratizar a gestão e as políticas culturais”, declarou a deputada, lembrando que mesmo sendo o principal complexo cultural do Estado da Bahia, e do Norte-Nordeste, o TCA ressente-se da falta de recursos e de autonomia para gerir seus corpos estáveis, residentes, programas e projetos.

Por Fabio Sena | 25/05/2017 - 20h05
Para ele, o desenvolvimento do município passa pela valorização do servidor.

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), ocorrida nessa quarta, 24, o vereador Danillo Kiribamba (PCdoB) observou que chegou o momento de a Bancada de Situação atuar em defesa do povo diante do discurso de diálogo e defesa da população, desde o início dos trabalhos. “A gente tem que representar o povo. A gente não está aqui por indicação de prefeito, de governador, de ninguém. A gente está aqui por indicação de vocês”, detalhou. Em sua fala, parabenizou os pronunciamentos dos colegas de Bancada de Oposição, os vereadores Fernando Jacaré e Professor Cori, ambos do PT. Kiribamba afirmou que apoia o movimento dos servidores e exigiu transparência e diálogo do governo Herzem Gusmão. “Quem conversa mais, quem dialoga mais, erra menos”, falou.

Por Fabio Sena | 25/05/2017 - 20h12
"Nós queremos que todos vocês acompanhem essa negociação que será uma negociação transparente”

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), ocorrida nessa quarta, 24, o vereador Gilmar Ferraz (PMDB) frisou que havia sido retomada a negociação entre a gestão Herzem Gusmão e os servidores municipais. “Nós conhecemos a dor dos pais de família que dependem de seu salário para sobreviver. Nós, que militamos no movimento sindical há mais de 30 anos, sabemos das dificuldades para uma rodada de negociação: é sempre alguém querendo alguma coisa e outros sem querer dar nada”, falou. O parlamentar ressaltou que o trabalhador evoluiu. “Está atento a todos os momentos das administrações e os trabalhadores estão organizados. Nós sentimos a força dos trabalhadores”, detalhou. O edil ponderou: “Por outro lado, nós vemos também a dor daqueles que dependem dos serviços essenciais do município para desenvolver os seus exames, os professores, os alunos que dependem do servidor. E nós sabemos que o servidor público nesse país é muito desvalorizado. E quando chega um momento desse, em que fecham as portas da negociação, nós temos que encontrar a saída”.

Por Fabio Sena | 25/05/2017 - 19h22
Com a mudança do prazo, quem não conseguiu ser imunizado, poderá se dirigir a um dos postos de vacinação para tomar a vacina

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação de Imunização, informa que, por determinação do Ministério da Saúde, a 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, que terminaria nesta sexta-feira, 26, foi prorrogada até o dia 9 de junho, em Vitória da Conquista. Com a mudança do prazo, quem não conseguiu ser imunizado, poderá se dirigir a um dos postos de vacinação para tomar a vacina. No início desta semana, algumas unidades deixaram de fornecer a vacina devido à greve dos servidores municipais, o que levou a Administração a atender o público na própria Secretaria de Saúde nos dois primeiros dias da manifestação.

Ainda na terça-feira, 23, vários postos foram reabertos e voltaram a realizar a campanha. No momento, oito postos de vacinação já voltaram ao normal e estão atendendo ao público-alvo. São eles: Centro de Saúde Regis Pacheco (Bairro Recreio); Policlínica de Atenção Básica São Vicente – CAE II (Bairro São Vicente); Policlínica de Atenção Básica Panorama (Bairro Panorama); Centro de Saúde Dr. Hugo de Castro Lima (Bairro Guarani); Policlínica de Atenção Básica Dr. Ademário Silva Santos (Bairro Brasil); USF Nestor Guimarães (Bairro Jurema); USF Recanto das Águas (Bairro Recanto das Águas); USF Solange Hortélio – CSU (Bairro Urbis II).

Por Fabio Sena | 25/05/2017 - 19h12
“Se a justiça acatar, vai criar outras dificuldades, atrasar, emperrar mais ainda o início da construção da barragem".

Com o objetivo de discutir a criação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Catolé Grande, junto ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos (Conerh), diversas autoridades da área se reuniram na manhã desta quinta-feira, 25, no Ministério Público do Estado, em Vitória da Conquista. A proposta de fundação desse comitê é de 2015, e agora estão sendo avaliados os passos para a sua implementação. O prefeito Herzem Gusmão participou do evento, juntamente com prefeitos e secretários dos outros seis municípios que compõem a bacia do Rio Catolé – Barra do Choça, Caatiba, Itambé, Itapetinga, Nova Canaã, Planalto –  e com uma comitiva da Secretaria Estadual de Meio Ambiente. Além disso, a reunião contou com procuradores municipais, produtores e agricultores da região, representantes do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) e do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Inema).

Por Diário Conquistense | 25/05/2017 - 16h02

O apoio da Prefeitura de Vitória da Conquista à realização do show de Roberto Carlos, no sábado, às 20h30, no Estádio Lomanto Júnior, rendeu uma notícia extra. Através de acordo com a Rede Bahia, promotora do evento, criou-se uma promoção que garante ingressos a um preço especial, exclusivamente, para servidores públicos municipais.

No momento da compra do ingresso, o servidor deve apresentar seu crachá ou contracheque, a fim de comprovar que trabalha mesmo no serviço público municipal. Assim, poderá comprar dois ingressos para as arquibancadas pelo valor de R$ 80.

Esse valor com desconto é válido apenas para a “casadinha” (ou seja, a compra de dois ingressos de uma vez). Como os ingressos não possuem identificação pessoal, é possível que o servidor compre para si e para outras pessoas – desde que ele apresente seu contracheque ou crachá.

Importante ressaltar que os ingressos adquiridos por meio dessa promoção dão acesso somente às arquibancadas, nas quais não há lugares numerados. A compra pode ser feita em qualquer um dos pontos de venda, enquanto houver ingressos disponíveis:

  • Loja Taco (av. Olívia Flores, 686, Candeias)
  • Box 111 Adega Gourmet (rua Cândido Sales, 111, Recreio)
  • Point do Ingresso (Posto Ypiranga, Praça Caixeiros Viajantes, Centro)
Por Diário Conquistense | 24/05/2017 - 18h13

Com o objetivo de avaliar e discutir as formas de continuar otimizando o processo de liberação de alvarás no município, a Administração Municipal se reuniu com membros do Conselho Consultivo na tarde desta quarta-feira, 24. Desde o início da gestão do Governo Mais Perto de Você, já foram emitidos 1097 documentos. Para se ter uma ideia da velocidade em que os processos vêm sendo agilizados, foram 150 alvarás liberados apenas nos primeiros 15 dias de governo.

O prefeito Herzem Gusmão revela que já vem recebendo demandas nesse sentido antes mesmo de assumir a Prefeitura. “Nós estamos trabalhando com dedicação para resolver esse problema”, afirma. De acordo com o gestor, estão sendo analisadas possibilidades de novas parcerias para tornar ainda mais céleres esses processos.

Além disso, o prefeito destaca a importância de abrir essa discussão ao Conselho Consultivo: “Quando a gente traz a cidade, a sociedade, para mesa e os debates, surgem ideias extraordinárias. A cidade fica mais alegre, motivada, e esse envolvimento é muito importante para manter sempre as discussões de temas relevantes para a nossa terra.”

Por Fabio Sena | 24/05/2017 - 11h01
Servidores ruidosos reclamam do governo municipal

Centenas de servidores municipais de Vitória da Conquista compareceram na manhã desta quarta-feira (24) à Câmara de Vereadores e monopolizaram os debates. Em greve desde semana passada, quando o governo municipal informou da impossibilidade de qualquer reajuste por causa das limitações econômicas, os funcionários estão neste momento ouvindo manifestações favoráveis e contrárias a sua causa. Entre aplausos e vaias, os vereadores divergem quanto à greve e ao pedido de reajuste. A bancada de situação declarou que o prefeito Herzem Gusmão está aberto às negociações. A oposição afirma que o governo municipal desvaloriza os servidores com o achatamento salarial.

Por Fabio Sena | 24/05/2017 - 02h14
A ferida é grande e não há solução aplicando merthiolate apenas no Palácio do Planalto.

por Fábio Sena

Se ainda restava alguma leve desconfiança quanto à dura verdade impregnada na máxima segundo a qual, no Brasil, ‘eleição não se ganha, se adquire’, a inocência foi demolida, impiedosamente jogada por terra. Está definitivamente demonstrada a natureza mercadológica de nossa Democracia – ou, melhor dizendo, de nossa Plutocracia, sistema no qual o voto é mera formalidade, daí por que compulsório.

Pior: o voto é mercadoria barata a abastecer as grandes estruturas do poder, que não está concentrado nem no Executivo, nem no Executivo, nem no Judiciário: nestes ambientes estão os officeboys de luxo azeitando a engrenagem das grandes corporações. Meros contínuos alojados à esquerda, à direita e ao centro, agrupam-se em partidos cuja função é, no mais das vezes, dar ares de legalidade à fraude que se alastra, ao banditismo eleitoral.

A JBS financiou campanhas de 1.829 candidatos, de 28 partidos. A J&F (holding controladora do grupo) destinou mais de R$ 500 milhões para ajudar a eleger governadores, deputados estaduais, federais e senadores de todo o país. No depoimento que prestou ao MPF, o diretor de Relações Institucionais, Ricardo Saud, mostrou um levantamento detalhado com todos os candidatos adquiridos pela empresa.

Por Fabio Sena | 23/05/2017 - 23h51
Na oposição, assinaram a proposta os líderes do PT, Carlos Zarattini (SP), do PDT, Weverton Rocha (MA), e do PSB, Tereza Cristina (MS)

Líderes do governo de Michel Temer e de 17 partidos políticos apresentaram nesta terça-feira (23), na Mesa da Câmara dos Deputados, proposta que tem o objetivo de criar uma pressão a favor da anulação da delação firmada pelo empresário Joesley Batista e por outros executivos da JBS com a Procuradoria-Geral da República. “Não podemos permitir que tal ‘crime perfeito’ se concretize. (…) Há que se rever a colaboração premiada negociada junto à Procuradoria-Geral da República e homologada pelo Supremo Tribunal Federal, além das bases do acordo de leniência ainda em andamento”, diz o documento. A proposta de fiscalização e controle é assinada pelos líderes do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e no Congresso, André Moura (PSC-SE), além de líderes de 17 partidos, do governo e da oposição, que reúnem 448 dos 513 deputados (87% do total). Na oposição, assinaram a proposta os líderes do PT, Carlos Zarattini (SP), do PDT, Weverton Rocha (MA), e do PSB, Tereza Cristina (MS).

Por Fabio Sena | 24/05/2017 - 00h00
"A transcrição da conversa privada, entre jornalista e sua fonte, não guarda relação com o objeto da investigação."

Depois de doze anos ininterruptos escrevendo em seu blog no site da Veja, o jornalista Reinaldo Carvalho pede demissão da publicação depois de ter diálogos seus com a irmã de Aécio Neves, Andrea Neves, interceptados e tornados públicos pelo Supremo Tribunal Federal. O STF tornou públicas milhares de conversas interceptadas no inquérito envolvendo a JBS que não foram consideradas relevantes pela Polícia Federal. Em uma dessas conversas, no do dia 13 de abril, o colunista criticou reportagem de capa da “Veja” sobre suspeitas contra Aécio, taxando a reportagem de “nojenta”. Na tarde de hoje ele informou, em nota, que pediu demissão da revista.

Por Fabio Sena | 23/05/2017 - 21h48
O senador sugeriu ainda que, pela representatividade de seu Estado, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, concorresse às eleições.

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), passou a defender abertamente a substituição de Michel Temer na Presidência da República. A favor de eleições indiretas, realizadas pelo Congresso, o senador defendeu os nomes dos ex-ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Nelson Jobim e Joaquim Barbosa para presidente. “Nelson Jobim e Joaquim Barbosa são grandes nomes. É claro que a atual presidente do STF, os presidentes da Câmara e do Senado e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) seriam candidatos naturais. Mas Jobim e Barbosa são ótimos nomes”, defendeu. O senador sugeriu ainda que, pela representatividade de seu Estado, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, concorresse às eleições. “Dessa forma, um governador do Nordeste também deveria participar. Nesse caso, eles decidiriam entre eles o melhor nome”, sugeriu. Questionado se o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso seria um bom nome, Renan negou. “Não acho que FHC seja bom, porque ele estreita a concepção da aliança e, quando no governo, cometeu muitos equívocos e saiu desgastado”, disse.

Por Fabio Sena | 23/05/2017 - 21h40
Em uma fala de quatro minutos, ele afirmou que recorreu ao empresário da JBS para vender um apartamento

O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) gravou nessa terça-feira, 23, pela primeira um vídeo para seus eleitores após a delação de Joesley Batista, da JBS, que culminou com seu afastamento do Senado e a prisão de sua irmã, Andrea Neves. Em uma fala de quatro minutos, ele afirmou que recorreu ao empresário da JBS para vender um apartamento de sua família no Rio de Janeiro porque “não fez dinheiro na vida pública”. “Há cerca de dois meses eu pedi à minha irmã, Andrea, que procurasse o senhor Joesley e oferecesse a ele a compra de um apartamento onde minha mãe vive há mais de 30 anos. Com parte desses recursos eu poderia pagar minha defesa. Fiz isso porque não tinha dinheiro. Não fiz dinheiro na vida pública”, afirma.

Por Fabio Sena | 23/05/2017 - 19h27
Entre as irregularidades detectadas pelo promotor de Justiça estão o desrespeito ao zoneamento ambiental da Área de Proteção Ambiental (APA) Ilhas de Tinharé e Boipeba

As obras de construção do empreendimento imobiliário ‘Reserva Morro de São Paulo – Segunda Praia’, em Cairu, deverão ser interrompidas, por decisão liminar da Justiça, que atendeu ao pedido formulado pelo promotor de Justiça Gustavo Fonseca Vieira. A decisão, expedida pelo juiz Leonardo Rulian Custódio no dia 18, baseia-se no descumprimento de uma série de normas legais no empreendimento que pertence à empresa APDK – Administração, Participação e Comércio e pelo Município de Cairu, sobretudo no que toca à concessão da Licença Ambiental que, inicialmente, autorizou as obras. De acordo com a ação do MP acatada pela Justiça, o estudo que acompanhou o requerimento da licença analisou pouco mais de 80 mil m² da área do empreendimento que possui mais de 322 mil m², dos quais mais de 209 mil m² são “comercializáveis”.

...102030...495051...607080...